Huffpost Brazil

Saiba como a Ucrânia se meteu nessa enrascada em menos de 500 palavras

Publicado: Atualizado:
Print Article

O jornal americano Washignton Post fez um ótimo resumo em menos de 500 palavras sobre como a Ucrânia se meteu na crise que vive hoje, indo até 1700. Entenda a situação:

O que aconteceu nos últimos dias

Milhares de tropas russas tomaram a Crimeia, uma península que faz parte da Ucrânia mas tem laços fortes com a Rússia e onde fica a frota russa no Mar Negro. O governo interino ucraniano classificou a ação como uma “invasão” e autoridades americanas e europeias ameaçaram a Rússia com sanções caso não retire os soldados da região.

soldiers ukraine
Soldados russos sem identificação formal na Crimeia

Na primeira entrevista sobre a crise, o presidente russo Vladimir Putin disse que os soldados não identificados na Crimeia não são russos, mas que ele tem o direito de mandá-los para lá.

putin
O presidente russo Vladimir Putin

O que aconteceu nas últimas duas semanas

Os protestos na capital, Kiev, pareciam estar morrendo, mas uma medida do parlamento para reduzir os poderes presidenciais reacendeu o espírito de revolta das ruas. Manifestantes ficaram com raiva, a polícia respondeu e dezenas foram mortos.

ukraine

O então presidente Viktor Yanukovych e os líderes da oposição chegaram a um acordo para realizar eleições em dezembro. Ao mesmo tempo, o Parlamento também agiu, retirando vários poderes do presidente.

Enquanto a oposição concentrava maiores poderes, Yanukovych fugiu para a Rússia. Fotos de sua mansão e sua coleção de carros luxuosos repercutiram na internet. Yanukovych insiste que ainda é presidente, mas a oposição formou um governo interino e marcou eleições para 25 de maio.

ucrânia revolução
Selfies e fotos da Revolução: casal fotografa em frente à residência particular de Yanukovych

O que aconteceu três meses antes disso

Yanukovych anunciou que a Ucrânia buscaria uma cooperação mais intensa com a Rússia, um sinal de que ele estava se distanciando da Europa. Isso irritou alguns ucranianos, e eles tomaram a Praça da Independência de Kiev, também chamada de Maidan. Os protestos começaram a crescer e tomar Kiev e outras cidades da parte ocidental da Ucrânia.

O que aconteceu nove anos antes disso

Em 2004, Yanujovych venceu uma eleição presidencial fraudada, e ucranianos tomaram as ruas para protestar. Milhares participaram da chamada “Revolução Laranja”. Uma nova eleição foi ordenada e Yanukovych perdeu. Ele acabou vencendo as eleições em 2010, porém.

rev laranja
Manifestante participa de comemoração do terceiro aniversário da Revolução Laranja em Kiev em 2007

O que aconteceu 22 anos antes disso

A Ucrânia conseguiu sua independência quando a União Soviética entrou em colapso em um referendo em 1991. O país tem em média o tamanho do Texas com metade da população do estado americano. Na época, 54% dos eleitores da Crimeia votaram pela independência da Rússia. A península, no entanto, criou sua própria constituição e legislação e goza de certa autonomia.

urss
Manifestantes protestam contra a dissolução da União Soviética em 1991

O que aconteceu quatro décadas antes disso

Em um gesto considerado de “boa fé”, a União Soviética transferiu em 1954 a Crimeia para a então República Socialista Soviética Ucraniana, formada em 1922.

O que aconteceu dois séculos antes disso

Catarina, a Grande, desenvolveu no final de 1700 as indústrias de carvão e ferro no que chamamos hoje a parte oriental da Ucrânia. Mais tarde, ela tomou o oeste também, mas Catarina e outros líderes russos estavam mais focados na terra fértil do leste, em comparação com as florestas da parte mais ocidental. Os russos tomaram a parte mais ao sul da Ucrânia para lutar contra o Império Otomano e baniram a língua ucraniana. A Rússia conseguiu manter a península como parte do seu território mesmo depois de perder a Guerra da Crimeia.

Também no Brasil Post

Cronologia da crise na Ucrânia
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção