Huffpost Brazil

Guerra ao Uber: Tensão entre taxistas e motoristas do app aumenta no Rio e em Brasília

Publicado: Atualizado:
UBER
Crescem protestos e ameaças a motoristas do Uber | Montagem/Estadão Conteúdo/Ag. Brasil
Imprimir

Com a escalada de tensão entre taxistas e motoristas do Uber, crescem ameaças, perseguições e até agressões aos concorrentes do táxi. Além de Belo Horizonte, onde o conflito ganhou contornos mais violentos nesta semana, a convivência entre os profissionais piorou no Rio de Janeiro e gerou confusão em Brasília.

Na capital do País, taxistas do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek confundiram um carro de uma agência de turismo com um veículo do Uber. Eles avançaram sobre o motorista da empresa, que estava no local para buscar o cantor Sérgio Reis para um show em Brasília.

No Rio, a estratégia de alguns taxistas é coagir os motoristas associados ao Uber. Eles tentam dissuadir os concorrentes de utilizar determinadas vias da cidade:

Os donos de táxi alegam que o trabalho dos motoristas do Uber é ilegal e sem o recolhimento de impostos devidos. Eles fazem flagrantes de como espaços antes ocupados pelos taxistas estariam sendo tomados pelos carros pretos do Uber:

A Uber informou ao Brasil Post que não existe a prática de carros da Uber à espera de passageiros, como em pontos de aeroportos brasileiros.

Um vídeo postado por um condutor do Uber, de forma anônima, denuncia supostas ameaças recebidas de motoristas de táxi. Na gravação, ele diz que só "quer ganhar dinheiro digno" e pede paz:

Algumas das ameaças relatadas pelo motorista do Uber são:

"O Uber não paga porcaria de imposto. Nós não vamos aceitar. Vamos ser pacientes e educados por enquanto. Mas, se isso começar a irritar, vamos começar a tacar fogo nessas porras desses carros."

"Já furei dois pneus, arranquei o passageiro de dentro do carro... Mostrei o que que é o táxi amarelo. A gente vai virar essa porra de cabeça pra baixo."

Em nota divulgada por ocasião das perseguições em Belo Horizonte, a direção do Uber informou que vai tomar "providências para garantir a segurança dos motoristas parceiros e usuários". Também afirmou que é inaceitável a violência contra os condutores.

Legislação do Uber

A regulamentação do uso do Uber depende de cada município onde o aplicativo opera, segundo a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

Em audiência na Câmara dos Deputados no mês passado, o superintendente de Transporte de Passageiros da ANTT, Alexandre Muñoz de Oliveira, afirmou que é ilegal o transporte feito pelo aplicativo em nível interestadual.

"A prestação de serviço remunerado de transporte configura serviço público", explicou. Por isso, motoristas do Uber pegos fazendo transporte entre estados podem ser multados e ter o veículo apreendido.

Em Brasília, tramita um projeto de lei para regulamentar o uso de apps de transporte individual. A proposta, aprovada pela Câmara Legislativa do Distrito Federal, proíbe o uso do Uber.

O Instituto Liberal do Centro-Oeste organizou um ato para pressionar o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) a vetar o projeto. O #VetaRollemberg reuniu 50 pessoas em frente ao Palácio do Buriti, sede do governo local, durante a semana.

MAIS UBER X TÁXI NO BRASIL POST:

Close
Taxistas pedem proibição do Uber em SP
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção