Huffpost Brazil

José de Abreu responde provocação com cusparada: 'Fascistas serão tratados assim'

Publicado: Atualizado:
JOSEDEABREU
Reprodução/TV Poeira
Imprimir

O ator José de Abreu se envolveu em uma discussão política na noite de sexta-feira (22) quando jantava em um restaurante japonês na capital paulista. Por meio de sua conta no Twitter, o artista, que é petista declarado, contou ter sido provocado por um casal que estava no mesmo estabelecimento.

Segundo Abreu, a briga começou quando o outro cliente do restaurante o reconheceu e disse: "Vota no PT e vem comer no japonês!".

Abreu teria então se levantado da sua mesa e discutido com o homem, o chamando de "coxinha". Ele chegou a pedir que um funcionário do restaurante chamasse a polícia, pois estava sendo incomodado.

Ao ser acusado pelo casal de se aproveitar da Lei Rouanet, José de Abreu se irritou e cuspiu no rosto do cliente e da mulher que o acompanhava. Nesse momento, o homem se levantou e partiu para cima do ator, mas foi contido por um funcionário do estabelecimento. Em seguida, Abreu saiu do restaurante.

Em sua conta oficial no Twitter, o ator defendeu a sua atitude, e disse se tratar de uma homenagem ao deputado Jean Wyllys (Psol-RJ), que cuspiu em Jair Bolsonaro (PSC-RJ) durante votação do impeachment no plenário da Câmara dos Deputados. O cuspe de Wyllys foi revidado por Eduardo Bolsonaro (PSC-SP).

Após a polêmica, no entanto Abreu excluiu seu perfil na rede social.

josedeabreu


josedeabreu

LEIA MAIS:

- Artistas fazem chamado para protestos contra impeachment de Dilma Rousseff (VÍDEO)

- Manifestação contra impeachment tem Lula e Chico Buarque no Rio de Janeiro

Também no HuffPost Brasil

Close
Impeachment na Imprensa Internacional
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção