Huffpost Brazil

Cão de resgate morre após salvar vítimas de terremoto no Equador

Publicado: Atualizado:
DAYJO
Reprodução/Facebook/Cuerpo Bomberos Ibarra Ibarra
Imprimir

Na última semana, os bombeiros do Equador perderam um grande companheiro, e o país perdeu um herói.

Dayko, um dos cães que ajudava na busca pelas vítimas do terremoto que atingiu a costa norte do país e deixou pelo menos 646 vítimas fatais, morreu na última semana. Apesar de alguns meios de comunicação terem afirmado que a causa da morte do cão foi "esgotamento", o Corpo de Bombeiros de Ibarra desmentiu a informação, e disse que a morte do animal foi causada por"um choque de calor".


"Isso acontece porque os cachorros não tem um sistema muito eficiente para regular a sua temperatura, o que não permite que eles eliminem calor através da transpiração, como os seres humanos."

Dayko morreu enquanto recebia cuidados no quartel, após ser retirado das operações de resgate devido seu frágil estado de saúde.


"Apesar os incessantes esforços do veterinário e do encarregado da unidade em mantê-lo vivo, ele morreu após um infarto", relatam os bombeiros em sua página do Facebook.

Ainda de acordo com a corporação, Dayko era um labrador de quatro anos, e trabalhava com resgates desde que tinha um ano e meio de idade. "Quando Dayko chegou, cativou a todos com seu olhar terno e seu caráter amigável, mas pouco a pouco foi demonstrando suas habilidades", contou Alex Yela, guia responsável pelo animal.

Segundo a Clinica Veterinária Municipal, antes de morrer, o animal resgatou pelo menos três pessoas com vida dos escombros.

"Nós debatemos se devemos salvar cães, mas os cães não debatem se devem salvar humanos. Apenas salvam. Obrigado, Dayko".

Também no HuffPost Brasil

Close
Esta garota viajou o mundo para encontrar o cachorro que salvou sua vida
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção