Huffpost Brazil

Dia do Sorriso: Turma do Bem faz triagem em 300 cidades para tratamento gratuito de adolescentes de baixa renda

Publicado: Atualizado:
TURMA DO BEM
turma do bem
Imprimir

No dia 28 de abril comemora-se o Dia Mundial do Sorriso. Expressão genuína da felicidade, da leveza e do bom humor, uma boa gargalhada é considerada por muitos como o melhor dos remédios.

Mas em muitos casos, há pessoas que deixam de abrir a boca, literalmente, por não se sentirem bem com a condição de seus dentes. O sorriso é a expressão que está diretamente ligada às condições de saúde bucal, principalmente a dos jovens.

Mas grande parte da população não tem acesso aos tratamentos e aos programas de prevenção. No Brasil, segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO), 20 milhões de brasileiros nunca foram ao dentista e 68% não sabem que têm direito a tratamento odontológico público.

Como tentativa de minimizar este quadro, a organização Turma do Bem realiza megatriagens em várias cidades do Brasil e até fora do país.

No próximo dia 28 ocorre a quarta edição do evento Dentista do Bem, que tem por objetivo selecionar jovens de baixa renda para receber tratamentos gratuitos. As crianças e os adolescentes que passarem na triagem terão direito a atendimento profissional até completarem 18 anos.

A ação, resultado da parceria entre Oral-B e a Turma do Bem, vai acontecer simultaneamente em mais de 300 municípios do Brasil e em outros 10 países da América Latina e Portugal.

Confira se a sua cidade está na lista

Para participar da triagem, o jovem deve ter entre 11 e 17 anos, estar acompanhado de um responsável e apresentar RG, comprovante de residência e de matrícula em escola pública.

O procedimento é simples e não invasivo: o dentista examina a saúde bucal de cada jovem e preenche uma ficha com dados do exame e a condição socioeconômica da família.

Depois da primeira análise, a seleção feita pela Turma do Bem prioriza as crianças e os adolescentes mais pobres e com problemas bucais mais graves. Além disso, lideram a fila os jovens que estão mais próximos do primeiro emprego.

Cada selecionado recebe uma carta com o nome e o endereço do dentista voluntário que será responsável pelo seu tratamento. Para facilitar o acesso, a organização encaminha o beneficiário para o consultório mais próximo da sua residência.

Os passos seguintes ocorrem por meio dos atendimentos realizados pelos dentistas voluntários em seus próprios consultórios.

Com intenção de sanar os problemas, prevenir outras doenças e educar sobre a importância da saúde bucal, o tratamento gratuito inclui radiografias, ortodontia, próteses e implantes.

O Gustavo Akino foi um dos jovens beneficiados pela organização em 2006. De lá pra cá, ele não só fez um tratamento dentário como conheceu mais sobre a profissão de dentista, entrou na faculdade de odontologia e está prestes a se formar, contou em entrevista ao HuffPost Brasil. Ele entrou para a Turma do Bem e auxilia nos eventos,

"Minha mãe ficou sabendo da triagem por um jornal. Foi em 2006, no Espaço das Américas. Eu fui avaliado pelos dentistas, e um tempo depois eu recebi a carta afirmando que eu ia participar do projeto e que indicava o dentista que seria responsável pelo meu tratamento. No meu caso, tratei de cáries e fiz o plano ortodôntico também."

Os profissionais interessados em se tornarem Dentistas do Bem precisam preencher um termo de compromisso e encaminhá-lo para a organização. O documento está disponível no site da Turma do Bem.

No Brasil, a organização possui 14.202 dentistas cadastrados e beneficia 53.784 jovens. Em toda a rede, contando com os 12 outros países da América Latina e Portugal, são 16 mil voluntários e 60 mil jovens atendidos.

A meta é chegar a 65 mil jovens atendidos após a maior triagem do mundo.

Sorriso que transforma

turma do bem

Fábio Bibancos, presidente e fundador da organização, acredita que a saúde bucal é primordial para o bem-estar do jovem.

“Um adolescente que não tem possibilidade de ir ao dentista e de cuidar da boca, será um adulto infeliz. Isto porque quem sente dor não estuda, não brinca, não consegue um bom emprego, não beija na boca e se afasta dos amigos. O acesso à saúde bucal de qualidade faz com que esses jovens sejam incluídos novamente na sociedade.”

Gustavo, atualmente, trabalha na clínica junto com Bibancos e reitera a visão do fundador:

" O impacto que a Turma do Bem causa na vida das crianças que ela beneficia é gigante, não só no quesito saúde, como psicologica e até financeiramente. O trabalho é muito importante na mudança da vida dos beneficiários. O tratamento cuida da saúde oral, que reflete na autoestima da criança. Ela não vai mais ter dentes 'podres' pra ter vergonha de si mesmo."

LEIA MAIS:

- Esta garotinha não só sabe o nome do lixeiro de sua rua: Ela guardou um cupcake de aniversário pra ele

- Projeto transforma lama de rompimento de barragem em tijolos para a reconstrução de Mariana

- ONG procura 'doadores de carinho' para crianças que aguardam adoção

Também no HuffPost Brasil

Close
Entrega por SP leva carinho a moradores de rua
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção