Huffpost Brazil

Mark Zuckerberg convoca brasileiros a protestar contra bloqueio de WhatsApp e por internet livre

Publicado: Atualizado:
MARK ZUCKERBERG
Zuckerberg convoca brasileiros a defender web livre | LLUIS GENE via Getty Images
Imprimir

Após sofrimento que durou mais de 24 horas, o WhatsApp voltou a funcionar no Brasil, mas o dono do aplicativo já tomou providências para evitar um novo bloqueio pela Justiça brasileira.

O CEO e co-fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, usou sua rede para agradecer à corrente de apoio daqueles que exigiam a volta do WhatsApp. "Vocês se expressaram e suas vozes foram ouvidas. Quero agradecer à nossa comunidade por nos ajudar a resolver essa situação."

Entretanto, Zuckerberg teme que o serviço seja suspenso novamente e, por isso, convida os brasileiros a se mobilizarem:

"A ideia de que todos os brasileiros possam ter seu direito à liberdade de comunicação negado dessa forma é muito assustadora em uma democracia. Você e seus amigos podem ajudar a garantir que isso nunca mais aconteça e eu espero que vocês se envolvam."

Zuckerberg propõe que os usuários do Facebook e WhatsApp apoiem a recém-formada Frente Parlamentar pela Internet Livre, que está organizando um evento nesta quarta-feira (4).

Na ocasião, deputados vão apresentar projetos de lei para impedir a interrupção de serviços na web e no mobile, como o WhatsApp.

O CEO do Facebook convoca:

"O maior impacto que você pode causar é indo ao Congresso [nesta quarta], às 18h, e também participando da discussão sobre a importância de conectar as pessoas. Os brasileiros estão entre os líderes na tarefa de conectar o mundo e criar uma internet aberta há muitos anos. Eu espero que vocês expressem sua opinião e exijam mudanças."

Histórico

Na segunda-feira (2), o juiz Marcel Maia Montalvão, da comarca de Lagarto (SE), determinou o bloqueio do WhatsApp porque os proprietários do aplicativo não estão colaborando com investigações da Polícia Federal.

Com parecer favorável do Ministério Público, o magistrado atendeu medida cautelar apresentada pela PF porque o WhatsApp e seu proprietário, o Facebook, não acataram a decisão judicial de quebra de sigilo das mensagens do app. A finalidade é uma investigação criminal de crime organizado e tráfico de drogas no município de Lagarto.

Em março, o vice-presidente do Facebook no Brasil, Diego Dzoran, chegou a ser preso pelo mesmo motivo.

LEIA MAIS:

- Por que o juiz Marcel Maia Montalvão é o inimigo número 1 do Facebook e do WhatsApp

- Reclamar do bloqueio do WhatsApp pode. Ódio contra o Nordeste, jamais!

Close
Fails de WhatsApp
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual