Huffpost Brazil

Acusado de violência doméstica, candidato à prefeito do Rio de Janeiro quer mulher para vice

Publicado: Atualizado:
Imprimir

pedro paulo

O pré-candidato do PMDB à Prefeitura do Rio de Janeiro, Pedro Paulo Carvalho, estuda escolher uma mulher como candidata a vice em sua chapa.

A vaga, que devia ser ocupada pelo próprio PMDB, deve ficar com o PDT. E, como Pedro Paulo é acusado de ter agredido a ex-mulher Alessandra, em 2008 e 2010, quando eles eram casados.

Segundo a colunista Berenice Seara, do jornal Extra, o pré-candidato terá dificuldades para encontrar uma vice.

Explica a colunista:

A primeira opção foi a deputada e ex-secretária de Defesa do Consumidor, Cidinha Campos.

O segundo nome na mesa de negociações foi o da também deputada e ex-chefe da Polícia Civil, Martha Rocha.
As duas disseram, ontem, que ainda não foram consultadas.

Mas bons conhecedores da Assembleia apostam que nenhuma delas — por diferentes motivos — aceitaria. Em especial, Martha, delegada de polícia que desenvolve um trabalho em defesa dos direitos da mulher.


As acusações

Pré-candidato à suceder o prefeito Eduardo Paes (PMDB) – de quem tem o apoio – nas próximas eleições, Pedro Paulo foi denunciado em duas ocorrências por Alexandra, em 2008 e 2010, quando eles eram casados. Os registros de agressão apontam que ele deu socos no rosto e corpo da ex-mulher. Há também relatos de ofensas verbais a Alexandra, com xingamentos de “vagabunda” e “piranha”, entre outros.

Por ser deputado licenciado, o caso foi encaminhado pelo Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ) para a PGR. São documentos sobre a agressão em 2010 praticada contra Alexandra no apartamento do casal no Rio. Na ocasião, ela chegou a quebrar um dente e os dois fizeram exame de corpo de delito. Laudo do Instituto Médico Legal aponta que ela ficou com hematomas. Desde então, Carvalho e Alexandra estão separados.

Segundo o jornal O Globo, as agressões de 2010 teriam sido motivadas por uma traição de Pedro Paulo. De acordo com depoimento dado por ela à polícia na época, ela encontrou indícios de que outra mulher esteve no apartamento do casal. Ao confrontar o então marido, acabou sendo agredida por ele.

LEIA TAMBÉM:

- STF autoriza investigação de Pedro Paulo, aliado de Paes, por violência doméstica

- Aliado de Paes surrou a ex-mulher DUAS VEZES. Mas agora se diz 'vítima'

Também no HuffPost Brasil

Close
'Covarde': elas denunciam violência
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção