Huffpost Brazil

PM age com truculência contra mulheres durante manifestação contra impeachment em Brasília

Publicado: Atualizado:
MANIFESTAO CONTRA IMPEACHMENT
Paula Fróes
Imprimir

Mais uma vez, a Polícia Militar mostrou do que é capaz.

Durante a sessão no Senado Federal que antecede a votação de admissibilidade do impeachment de Dilma Rousseff , um grupo de cerca de 3 mil mulheres, que estava na capital para participar da 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres e protestava pacificamente em frente ao prédio, foi agredido por policiais militares com spray de pimenta, ofensas, puxões de cabelo e bombas de gás lacrimogêneo.

As informações são da fotografa Paula Fróes que sentiu na pele a brutalidade dos policiais enquanto registrava as cenas.

De acordo com o relato da fotógrafa, o muro que divide a Esplanada separa, também, a quantidade de policiais: do lado favorável ao impeachment, quase não se nota a presença deles; já na região em que se concentra os contrários ao impedimento "há centenas de policiais", diz Paula Fróes.

"Jovens anti-impeachment que se manifestavam de forma pacífica também foram revistados sem explicações, um deles era mulher."

impeachment

impeachment

LEIA MAIS:

- 'Se até o Papa está rezando por nós, é porque a coisa está feia', diz Luciana Genro sobre Impeachment

- 'O dente do Renan caiu antes de Dilma': 8 reações maravilhosas à queda do dia

- Não desiste nunca: PT ainda aposta em novas ações na Justiça para livrar Dilma do impeachment

Também no HuffPost Brasil

Close
Manifestações contra votação do impeachment no senado
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção