Huffpost Brazil

Na Av. Paulista, 35 mil protestam contra governo Temer e impeachment de Dilma Rousseff

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Na noite desta quinta-feira (12), 35 mil pessoas, segundo o Jornalistas Livres e a Mídia Ninja, ocuparam a Av. Paulista para protestar contra o presidente interino Michel Temer (PMDB), cuja posse foi realizada nesta tarde, e o impeachment de Dilma Rousseff (PT). Além de um primeiro pronunciamento, Temer deu posse aos novos 23 ministros.

A manifestação teve início no vão do Masp e foi convocada pela frente Povo sem Medo, em um evento no Facebook com 13 mil presenças confirmadas, 30 mil pessoas interessadas 52 mil convidadas. Os manifestantes passaram diante da sede Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), "com o objetivo de denunciar o papel de financiadora do golpe da federação", como explicou o JL.

Membros do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST), União Juventude Socialista (UJS) e vários outros movimentos sociais também estavam presentes no ato – que contou com queima de folhetos com fotos de Temer e Renan Calheiros (presidente do Senado, PMDB-AL), ambos classificados como "golpistas", em letras garrafais.

Além disso, os manifestantes empunharam patos da campanha "Quem vai pagar o pato?", da Fiesp – contra o aumento de impostos –, bradaram palavras de ordem que reforçam a presença do "povo sem medo de lutar", empunharam faixas e cartazes, estouraram fogos de artifício e queimaram, em uma fogueira, os patos de plástico que são símbolo da campanha da Fiesp. Um carro de som com o rapper Dênis Família e a Liga do Funk também esteve presente. Guilherme Boulos, líder do MTST, falou na abertura do ato.

"Esse ato tem como objetivo dar uma resposta ao golpe que se deu neste dia no Brasil", disse Boulos, como mostra a Folha de S.Paulo. "Nós não reconhecemos o governo que se estabeleceu hoje no Brasil como legítimo. Não reconhecemos o senhor Michel Temer como presidente da República."

Os manifestantes picharam o escritório da presidência na Consolação. A Polícia Militar, com um cordão de isolamento, impediu confronto entre os manifestantes pró-impeachment.

Segundo a PM, 2,5 mil pessoas compareceram ao ato contra o governo Temer e o impeachment de Rousseff. Às 21h20, o movimento na Paulista foi liberado.

Veja fotos do ato abaixo:

  • Paulo Pinto/Agência PT
  • Mídia Ninja
  • Mídia Ninja
  • Mídia Ninja
  • Mídia Ninja
  • Jornalistas Livres
  • Jornalistas Livres
  • Paulo Pinto/Agência PT
  • Paulo Pinto/Agência PT
  • Paulo Pinto/Agência PT
  • Paulo Pinto/Agência PT


LEIA MAIS:

- 'Não fale em crise; trabalhe', diz Temer, em seu 1º pronunciamento como presidente em exercício

- Ministro de 'Direitos Humanos' de Temer tem no currículo ataques a estudantes e movimentos sociais

- No apagar das luzes, Dilma assina decreto do Marco Civil da internet

Também no HuffPost Brasil:

Close
Os poemas de Michel Temer
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção