Huffpost Brazil

A ciência prova: ter um pelotão de amigos torna a vida menos dolorosa

Publicado: Atualizado:
AMIGOS
Pessoas com redes sociais maiores têm uma tolerância maior à dor. | Reprodução
Imprimir

Ter mais amigos realmente faz você se sentir melhor ou, pelo menos, sentir menos dor, segundo um novo estudo publicado na Inglaterra.

Os participantes do estudo que tinham redes sociais maiores pareceram demonstrar uma maior tolerância em relação à dor, de acordo com os resultados da pesquisa, que foi publicada no dia 28 de abril pela revista Scientific Reports.

No estudo, os pesquisadores pretendiam verificar se pessoas com redes sociais maiores tinham níveis mais altos de substâncias químicas no cérebro, chamadas de endorfinas, que estão associadas aos sentimentos de prazer, bem como sensações reduzidas de dor. (As endorfinas são, na verdade,um analgésico mais poderoso do que a morfina, segundo o estudo.)

Em estudos anteriores, tanto em animais quanto em humanos, os níveis de endorfina também têm sido associados ao vínculo social, disse em um comunicado Katerina Johnson, doutoranda em psicologia experimental da Universidade de Oxford e coordenadora do estudo.

O objetivo da pesquisa era testar a ideia de que interações sociais acionam emoções positivas, porque essas interações conectam a endorfina a certos receptores no cérebro, disse Johnson.

Como as endorfinas agem como se fossem o analgésico natural do corpo, os pesquisadores usaram a tolerância à dor como referência para medir os níveis de endorfina. Esse teste de tolerância à dor, às vezes, substitui a tomografia do cérebro em alguns estudos para obter uma estimativa dos níveis de endorfina.

O estudo contou com a participação de 101 jovens adultos. Para começar, os participantes preencheram um questionário sobre sua vida social e também responderam diversas perguntas sobre estilo de vida e personalidade.

Depois disso, para medir a tolerância à dor, os pesquisadores pediram que os participantes fizessem o teste do agachamento em parede, aguentando o máximo de tempo possível. (O teste consistia em ficar agachado contra uma parede com os joelhos dobrados em um ângulo de 90 graus e as costas retas.)

Os pesquisadores observaram que os participantes que conseguiam fazer o teste do agachamento em parede por um período mais longo também eram propensos a ter redes sociais maiores, segundo o estudo.

Além disso, o nível de condicionamento físico do participante não parecia afetar os resultados do teste.

Os pesquisadores também notaram que pessoas geralmente mais em forma tinham uma tendência a ter círculos sociais menores. Isso poderia ser explicado pelo tempo — pessoas que se exercitam mais têm menos tempo para se socializar, disse Johnson.

No entanto, outra explicação seria porque tanto o exercício quanto as interações sociais promovem a liberação de endorfinas no cérebro: talvez algumas pessoas recorram ao “exercício como alternativa para conseguir sua ‘carga de endorfina’ em vez de se socializar”, disse.

As pessoas no estudo que relataram níveis mais elevados de estresse também eram mais propensas a ter círculos sociais menores, segundo o estudo.

Os pesquisadores destacaram que o estudo não prova uma relação de causa e efeito entre a tolerância à dor e o tamanho da rede social, e mais pesquisas são necessárias para entender exatamente como o tamanho da rede social de uma pessoa afeta os níveis de endorfina do indivíduo.

Entender esses mecanismos é importante, disse Johnson. “Como espécie, evoluímos para prosperar em um rico ambiente social, mas, nesta era digital, as deficiências em nossas interações sociais podem ser um dos fatores negligenciados que contribuem para o declínio da saúde em nossa sociedade moderna”, disse.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Solidão mata tanto quanto a obesidade, relata pesquisa

- Psicólogo explica por que só conseguimos ter no máximo 150 amigos de verdade

- Bichos de estimação aumentam em 60% sua chance de fazer amigos

Mais no HuffPost Brasil:

Close
Melhores amigos antes e depois
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção