Huffpost Brazil

Ludmilla sofre racismo em comentários de perfil do Instagram e pede ajuda de autoridades para punir seguidor

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Ludmilla sofreu comentários de cunho racista em sua conta do Instagram na noite deste domingo (22).

A funkeira, que tem 20 anos, foi chamada de "crioula" e "macaca" por um de seus seguidores. Para pedir ajuda sobre como lidar com esse tipo de crime e também expor o rapaz que a ofendeu, ela publicou fotos dos comentários racistas em seu perfil.

De acordo com a publicação da cantora, não é a primeira vez que ela é agredida verbalmente por este mesmo rapaz e ela procura justiça pelas injúrias recebidas:

"Alguma autoridade pode me ajudar a identificar esse homem? Não é a primeira vez que ele faz isso (...) Que ódio, só quero a justiça mais nada! Nessa eu vou até o fim"

A photo posted by Ludmilla (@ludmilla) on


Em entrevista ao G1, o empresário de Ludmilla, Alexandre Baptestini, afirmou que o caso será formalizado ainda nesta segunda (23) na Delegacia de Repressão Contra Crimes de Informática (DRCI), em Benfica, na Zona Norte do Rio.

Em contato com o HuffPost Brasil, a assessoria de imprensa da cantora compartilhou as aspas de Ludmilla sobre o caso:

“Estou muito triste com o que aconteceu e meu escritório irá tomar as medidas necessárias para que esse crime não fique impune e não se repita com outras pessoas. O racismo envolve preconceito e discriminação.
Temos que dar um basta a qualquer tipo de preconceito e não podemos permitir essa falta de respeito e amor ao próximo.”

Racismo na internet

Em julho de 2015, a jornalista Maria Julia Coutinho foi vítima de comentários criminosos na internet ao assumir a previsão do tempo do Jornal Nacional.

Em novembro do mesmo ano, a atriz Taís Araújo também sofreu ataques racistas em uma foto de seu perfil do Facebook.

Em março de 2016 suspeitos de ter uma organização racista na internet foram presos em diferente estados do Brasil, depois de uma longa investigação da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI).

Racismo x Injúria racial

O crime de injúria racial está previsto no artigo 140, parágrafo 3 do Código Penal e consiste em "ofender a honra de alguém com a utilização de elementos referentes à raça, cor, etnia, religião ou origem". A acusação por injúria permite fiança e tem pena de no máximo oito anos, embora não costume passar dos três anos.

Já o crime de racismo, previsto na Lei 7.716/89, não prescreve e não há direito à fiança. Para ser enquadrado neste crime a pessoa tem de menosprezar a raça de alguém, seja por impedindo o acesso a determinado local ou negando emprego baseado na raça da pessoa, por exemplo. A pena incluem multa e prisão, que varia de caso a caso.

LEIA MAIS:

- Suspeitos de organização racista na internet são presos depois de queixa de Taís Araújo

- Por que o sucesso destas mulheres negras incomoda tanto?

- Senadora Regina Sousa vai processar Danilo Gentili 'em nome das tias do cafezinho'

Também no HuffPost Brasil

Close
27 fatos importantes que todos devem saber sobre os Panteras Negras
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção