Huffpost Brazil

5 motivos para ter um clube de assinaturas para chamar de seu

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Há quem diga que a internet acabou com uma das coisas mais simpáticas do mundo: receber uma carta inesperada pelo correio. Pensando bem, a maior parte do que recebemos pelas mãos dos carteiros são contas e pacotes impessoais.

Os clubes de assinatura apostam justamente na solução desse vazio: oferecem curadoria e apresentação de novos produtos, sem deixar de lado a praticidade dos e-commerces. A ideia é simples. Uma equipe é responsável por selecionar produtos dentro de um tema. As pessoas que se interessarem por este tema – que pode variar de amostras de maquiagem a hobbies ultraespecíficos – se inscrevem para receber essa seleção em intervalos regulares, mediante um preço fixo.

A seguir, separamos cinco razões para você procurar já um clube para turbinar a sua caixa de correio:

1. São feitos por gente que gosta do que você gosta

Sabe quando você finalmente encontra aquele fórum que fala só sobre os assuntos que você curte? Imagina isso, todo mês, na porta da sua casa.

A grande vantagem dos clubes de assinatura é a curadoria: os produtos são selecionados por quem entende do assunto. O ClubeW, por exemplo, envia todo mês vinhos selecionados por sommeliers. O Nerd ao Cubo, por sua vez, separa todo mês vários produtinhos que quem é do universo geek vai adorar.

2. Você não sabe o que vai encontrar

Normalmente, os assinantes não sabem exatamente o que vão receber no mês. O que é ótimo para quem gosta de descobrir produtos e marcas novas. A Bistrobox, por exemplo, entrega alimentos super variados, com cartões explicando o que é cada um e como usar em receitas. Vai, quando foi que você pensou em comprar alho negro ou lentilha vermelha no supermercado?

3. São produtos únicos

A caixinha também pode te dar acesso a produtos difíceis de achar em mercados tradicionais ou na região que você mora. O Clube Refri seleciona todo mês

refrigerantes regionais do Brasil e entrega com um cartãozinho explicando a história daquela fábrica. Sabe o Guaraná Jesus? É o mais famosinho que você vai encontrar. Sabia que em Teresina rola um refri sabor caju?

4. O objetivo é aproveitar a experiência

Uma caixinha legal é aquela que te ajuda a ter uma vivência única, que você não encontraria em nenhum outro lugar. Imagina, por exemplo, receber um livro indicado por uma pessoa super inteligente, com ainda uma revista só sobre o livro e ainda um presentinho surpresa que tem a ver com a história? Essa é a proposta da TAG – Experiências Literárias.

5. Chega na porta de casa

E, claro, existem diversos clubes que aproveitam para ajudar a resolver a vida dos seus associados. Nesse caso, a ideia é ser mão na roda mesmo, colocando na porta da casa aquela meia que você nunca vai se lembrar de comprar (ou acha muito chato mesmo). A DropBag, por exemplo, é especializada em produtos de limpeza. Já a Rabixo, voltada para homens, entrega as tais meias, cuecas e até barbeadores.

Essa mistura da conveniência de receber produtos e novidades em casa com a curadoria de uma empresa especializada no assunto está rendendo. Já são 700 empresas oferecendo as caixinhas no Brasil – em 2014, eram apenas 300.

E não para por aí: para o presidente da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, Maurício Salvador, o mercado ainda tem muito espaço para crescer: “Quanto mais amadurecido o mercado de e-commerce brasileiro, mais aptos os consumidores estão para participarem desses clubes.” Quanto mais pessoas, mais interesses diferentes vão ganhando espaço – e mais curiosos podem querer descobrir coisas novas. E aí, já escolheu a sua?