Huffpost Brazil

Licença para Dilma seria 'saída suave' para crise, sugeriu Jucá

Publicado: Atualizado:
DILMA JUC
Montagem/PR/Agência Brasil
Imprimir

O senador Romero Jucá, ministro afastado do Planejamento, sugeriu, em uma conversa gravada em março deste ano, a ideia de a presidente afastada Dilma Rousseff pedir uma licença da presidência.

Na gravação, obtida pela Folha de S.Paulo, ele diz ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, o senador diz que essa seria uma “saída suave” para crise que ela poderia “negociar proteção ao Lula”.

Na avaliação de Jucá, se Dilma tirasse a licença, ela ainda garantiria o foro privilegiado.

"Eu acho o seguinte, a saída é ou licença ou renúncia. A licença é mais suave. O Michel Temer forma um governo de união nacional, faz um grande acordo, protege o Lula, protege todo mundo. Esse país volta à calma, ninguém aguenta mais”, diz Machado, segundo a Folha.

Machado também reclama do tratamento que os senadores deram ao senador cassado Delcídio do Amaral (ex-PT-MS). "A frouxidão de vocês em prender o Delcídio foi um negócio inacreditável”, disse. o ex-presidente da Transpetro gostaria que os senadores tivessem protegido o ex-petista.

LEIA TAMBÉM:

- 'Sem nada a temer', Jucá dá passo atrás e se licencia de ministério

- Em áudio, chefe do Planejamento fala em pacto para barrar investigações

- Jucá nega acusações e diz que decisão sobre sua saída cabe a Temer

Mais no HuffPost Brasil:

Close
Impeachment e Renúncias na América do Sul
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção