Huffpost Brazil

Lena Dunham, de 'Girls', fala francamente de sua ansiedade e dos estereótipos dos transtornos mentais

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Lena Dunham está aqui outra vez para corrigir as percepções do mundo sobre a realidade dos transtornos mentais, e seu insight não poderia ser mais pontual.

Recentemente, a estrela de Girls conversou com a humorista Jacqueline Novak na série de vídeos RIOT, da Refinery 29.

Na entrevista, Dunham desmente, em tom de brincadeira, as ideias equivocadas que a velha Hollywood pode ter difundido sobre as condições das pessoas com transtornos mentais.

“Quando você vê uma peça de Tennessee Williams, parece que há um glamour – uma mulher que tem um transtorno mental está usando peles e deitada num divã”, ela disse.

“Sendo que, na vida real, uma mulher que tem uma doença mental ou está tendo dificuldade com seu bem-estar psicológico muitas vezes vai estar usando calça de moletom e uma camiseta que era de seu pai, toda manchada de comida.”

Deixando as brincadeiras de lado, qualquer pessoa que tenha um transtorno psicológico sabe que isso está muito longe da versão romantizada mostrada nos palcos ou nas telas.

O transtorno de ansiedade de Lena Dunham, por exemplo, pode deixá-la tão paralisada que fica difícil para ela participar de interações sociais básicas.

“Sempre fui ansiosa, mas não ansiosa de um jeito que faz você correr 15 km por dia ou fazer um monte de ligações no seu Blackberry”, ela explicou.

“Minha ansiedade é do tipo que me faz dizer alguma coisa como ‘não vou poder sair hoje à noite, amanhã à noite ou até nas próximas 67 noites, por aí’.”

Autora do livro How to Weep in Public: Feeble Offerings on Depression From One Who Knows, Jacqueline Novak também falou de como lidar com transtornos mentais.

Ela e Dunham trocaram figurinhas sobre como lidam com os problemas e sobre técnicas de visualização que empregam para ajudar a controlar a ansiedade cotidiana.

O vídeo é bem o que poderíamos esperar do ativismo de Lena Dunham na questão do transtorno mental. Em janeiro ela postou fotos sobre medicamentos no Instagram e falou dos benefícios de se buscar tratamento para problemas de saúde mental.

Tenho notado ultimamente que quase todas as imagens culturais pop que vemos de mulheres que tomam medicamentos psiquiátricos são de uma garota descontrolada, exaustiva e exausta que precisa de ajuda. Mas sabem de uma coisa? As mulheres medicadas geralmente são mulheres que tiveram a coragem de se ajudar.

É importante vermos retratos normalizadores de pessoas, mulheres optando por tomar uma iniciativa para cuidar de sua saúde mental. Os remédios não me deixaram como uma versão oca de quem eu era antes, não me converteram em uma desleixada de cabelos oxigenados, frequentadora de bares.

Eles me deixaram realmente ter um encontro comigo mesma. Desejo isso a todas as mulheres que já lutaram com isto. Não há vergonha nenhuma. Boa noite, meninas.

“Os remédios não me deixaram como uma versão oca de quem eu era antes, não me converteram em uma desleixada de cabelos oxigenados, frequentadora de bares. Eles me deixaram realmente ter um encontro comigo mesma. Desejo isso a todas as mulheres que já lutaram com isto. Não há vergonha nenhuma.”

Em todo o mundo, quase uma em cada quatro pessoas vai passar por um problema de saúde mental em algum momento da vida, mas muitas pessoas escondem esses problemas por vergonha ou medo de ser julgadas. A franqueza de Dunham ao falar desse assunto é energizante e importante, porque seu status público incentiva as pessoas a se abrirem sobre esse assunto. Fale mais, por favor.

Assista ao vídeo RIOT ao alto para ver mais da entrevista de Dunham e Novak sobre saúde mental.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Afinal, o que é ser 'normal'?

- Programas de TV e notícias inspiram público a buscar ajuda para problemas de saúde mental

- Falar de saúde mental fica mais fácil com estas tirinhas bem-humoradas

Também no HuffPost Brasil:

Close
Ansiedade: 5 coisas úteis para dizer aos ansiosos
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção