Huffpost Brazil
Andréa Martinelli Headshot

Uma menina foi estuprada no Rio. Outra menina foi estuprada no Piauí. Até quando?

Publicado: Atualizado:
WOMEN PROTESTS BRAZIL
Ricardo Moraes / Reuters
Imprimir

Além da jovem de 16 anos que foi brutalmente estuprada e violentada por cerca de 30 homens no Rio de Janeiro, é preciso não esquecer do caso da outra jovem, de 17 anos, que foi drogada e estuprada por cinco homens no município de Bom Jesus, a 635 km ao sul de Teresina, na sexta-feira da semana passada.

A vítima foi encontrada seminua e amordaçada com a própria roupa em uma construção no centro da cidade. O crime foi praticado por um jovem de 18 anos e quatro menores, com idades entre 15 e 17 anos, que foram apreendidos.

Ontem, sexta-feira (28), o juiz de Bom Jesus, Heliomar Rios Ferreira, determinou a soltura dos quatro jovens.

A garota foi socorrida e levada para o Hospital Regional de Bom Jesus, onde foi feito exame de corpo de delito. A vítima chegou a ficar em coma induzido durante a recuperação.

Em depoimento à polícia, os adolescentes negam participação no estupro e confirmam que o jovem de 18 anos manteve relações sexuais com a menor. O rapaz de 18 anos confessou que teve relações sexuais, mas negou o uso de violência. Ele continua preso.

De acordo com o delegado Aldely Fonteneli, o laudo pericial confirmou que houve estupro, mas falta a comprovação do envolvimento dos adolescentes. A polícia fez coleta de material genético e o resultado dos exames deve demorar um mês.

A promotora Gabriela Almeida Santana disse à Estadão Conteúdo que se surpreendeu com a normalidade com que os menores encararam o abuso praticado contra a jovem.

Ela disse:

"Como eles estão na mesma cela, a impressão é que eles combinaram depoimentos. Nenhum dos quatro esboçou arrependimento. Eles negam participação e se mostraram muito tranquilos, falam a mesma versão com riqueza de detalhes. Não acredito na versão".

Ela havia pedido a transferência dos quatro menores para o Centro de Internação Provisória, em Teresina. Eles estariam sofrendo ameaças. O juiz negou e determinou a soltura.

Há um ano, quatro adolescentes sofreram um estupro coletivo em Castelo do Piauí, 194 km ao norte de Teresina.

As vítimas, que tinham entre 15 e 17 anos, foram espancadas, apedrejadas, estupradas, amarradas e jogadas de um penhasco de oito metros de altura. Uma delas, Danielly Rodrigues Feitosa, de 17 anos, morreu.

Até quando?

(Com informações da Estadão Conteúdo)

LEIA MAIS:

- 5 atitudes que explicam o que é a cultura do estupro

- Ser contra a cultura do estupro é fácil. Difícil é deixar de ser machista

- A violação de direitos 'mais tolerada no mundo' é o estupro de uma mulher

Veja mais no HuffPost Brasil:

Close
Opiniões chocantes sobre estupro
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção