Huffpost Brazil

Malu Mader e Carolina Ferraz mandam a real sobre caso de estupro coletivo

Publicado: Atualizado:
MALU MADER CAROLINA FERRAZ
Malu Mader, à esquerda, e Carolina Ferraz no programa da TV Globo | Reprodução/Montagem
Imprimir

Malu Mader e Carolina Ferraz fizeram os melhores comentários possíveis sobre o caso de estupro coletivo que deixou o Brasil chocado.

Nesta terça-feira (31), em participação no programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo, as atrizes foram divulgar com a colega Ellen Rocche a nova novela das sete, Haja Coração, mas o assunto da barbárie vivida por uma menina de 16 do Rio de Janeiro, violentada por mais de 30 homens, foi inevitável.

"Nesses dias que se seguiram a esse horror - não tem outra palavra - é impressionante como você ainda escuta algumas pessoas falando 'ah, mas ela isso, ela aquilo', não importa", disse Mader.

"É uma violência absurda e animal contra a mulher e, sim, há uma tendência em sempre culpabilizar a mulher."

Ferraz comentou o fato de os agressores terem divulgado nas redes sociais o vídeo em que a violência foi registrada.

"[Eles] fizeram isso porque tinham certeza absoluta de que nada iria acontecer. Tinham certeza de que iriam sair impunes dessa."

Mãe de duas meninas, a atriz demonstrou preocupação com as estatísticas sobre estupro no Brasil.

"É um pânico, não é? Acho que o que mais me choca, além da violência em si, é que isso deve acontecer diariamente e a gente não sabe."

Mader tocou em aspecto importante da questão: a dificuldade que a mulher tem no processo de denunciar: "Muita gente não denuncia porque é desaconselhada por familiares e advogados por medo do constrangimento que a mulher vai passar".

Boa, Malu e Carolina!

A youtuber feminista Maíra Medeiros e o cantor Biel também participaram do programa.

Assista ao vídeo completo no Gshow.

LEIA MAIS:

- Este post DESTRÓI qualquer argumento que culpabilize uma mulher vítima de estupro

- Advogado de suspeito de estupro coletivo no Rio diz que a vítima estava 'superconsciente'

- As feridas do estupro vão muito além do corpo

Também noHuffPost Brasil:

Close
Opiniões chocantes sobre estupro
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção