Huffpost Brazil
Ana Beatriz Rosa Headshot

'Ele é assim mesmo': Esta é a justificativa para assédio de Biel a jornalista

Publicado: Atualizado:
MC BIEL
reprodução/facebook
Imprimir

Sabe que o Biel caprichou
Se quiser de novo demorô
É só me chamar que eu já tô
Pede mais que eu te dou.

Pena que ele não foi nada original. Pelo contrário, ela não quis da primeira vez, muito menos pretende repetir. Na verdade, ninguém o convidou. Depois dessa, vai ser difícil querer até o mínimo.

Sim. É do Biel que estamos falando. O mesmo que já declarou ter beijado mais de 300 mulheres em uma semana, agora, é investigado por assédio à jornalista. Coisa louca, ein? Não. É a realidade e é machismo.

O caso aconteceu em maio com uma repórter do portal iG, que prefere não ser identificada, durante uma entrevista com o cantor sobre o seu novo CD.

Gabriel Araújo Marins Rodrigues, de 20 anos, foi denunciado pela profissional na 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo por assédio sexual. De acordo com o relato, ele chamou a jornalista de “gostosinha” e disse que “a quebraria no meio” se mantivessem relações sexuais.

Segundo informações do portal Delas, do iG, o ocorrido foi testemunhado por outras pessoas que acompanharam a entrevista. O diálogo, gravado em áudio e vídeo, foi entregue às autoridades para investigação.

Durante a conversa, a repórter menciona que tem quase a mesma idade do cantor. Ele responde: "Idade não significa nada. Se te pego, te quebro no meio". Depois, ela questiona se ele é bissexual, em menção às buscas no Google sobre "Biel é bi?". O artista retruca: "Por quê? Você quer que eu te mostre com atos e ações? E eu sou heterossexual. Eu gosto é de boceta".

Constrangida, outras pessoas que acompanhavam a filmagem justificaram o comportamento do artista. "Ele está com sono. Relaxa, ele é assim mesmo."

Em outra parte do vídeo, Biel pede que a jovem atenda a uma ligação em seu celular. Ela fala ao telefone e explica que ele não pode atender, pois está em uma entrevista. Em seguida, Biel retorna a ligação.

"Mano, que ramelona essa mina, mas dá um desconto porque ela é gostosinha."

E não para por aí. Questionado se ele beijava suas fãs nos encontros, Biel ~~ oferece~~: "Sim, você quer que eu te dê um (selinho)?"

Não, Biel. Ninguém te pediu nada, apenas respeito.

Em depoimento ao Delas, a vítima comentou sobre o assédio.

"Quando ele disse, logo de cara, 'se eu te pego, te quebro no meio', já fiquei com o pé atrás. Estranhei o fato de não ter um filtro no que ele dizia, não ter uma certa barreira ou limite na relação entre repórter e entrevistado. A partir do momento que ele falou isso, minha primeira reação foi um choque. Ele trata assim mesmo quem está ali trabalhando com ele, e enquanto ele está trabalhando também?

Estou acostumada a entrevistar famosos e a primeira coisa que pensei foi que aquilo não estava acontecendo. A entrevista terminou, peguei minhas coisas e fui embora. Entrei no táxi e tremia. Aí, comecei a chorar. Lembrei das pessoas da sala que estavam rindo, de tudo que ouvi uma vez, duas vezes, quatro vezes. Quando saí, percebi tudo que aconteceu, e tantas coisas que ouvi em dez minutos e é aí que você percebe o absurdo da situação."

Outro lado

De acordo com as informações do iG, Biel foi intimado a depor e compareceu à delegacia. Ele já foi ouvido. Agora, a investigação vai ouvir as testemunhas. Em seguida, o Ministério Público deve formalizar a denúncia à Justiça.

Diante da denúncia, o presidente da Warner Music Brasil,gravadora do cantor, Sergio Affonso, procurou o iG. Ele classificou o acontecimento como "lamentável" e "fora do contexto atual de lutas pelos direitos das mulheres". Ele também se colocou à disposição da repórter para "qualquer coisa"."

ONU Mulheres explica o assédio

Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres no Brasil, teve acesso ao conteúdo da denúncia e às gravações, de acordo com o iG. Ela explicou porque as atitudes de Biel devem ser classificadas como assédio sexual.

"Usar palavras de baixo calão e de conotação sexual estando em posição superior ou de poder em relação à mulher comprovam o assédio sexual neste caso. Já vi muito isso no universo artístico, acompanhei muitos casos de famosos denunciados

Parece difícil, mas é simples identificar o assédio sexual. Se a conduta é aceita pela mulher, é paquera ou namoro, é bacana. Mas se ela diz não, é não. Os homens, especialmente, têm de entender que as duas partes precisam concordar. Se uma delas não concorda, é assédio, é violência."

Ouça os trechos originais de conversa entre Biel e repórter do IG

Depois que diferentes veículos online vazaram trechos da entrevista em que Biel é acusado de cometer assédio sexual contra uma repórter do IG, o portal decidiu disponibilizar, pela primeira vez, os trechos de forma oficial “e com o intuito de garantir a divulgação da ordem correta dos acontecimentos”.

De acordo com nota, o site espera com esta divulgação ”dar fim às especulações em torno do caso e deixar nas mãos das autoridades que conduzem o inquérito policial a análise dos fatos”.

Ouça aqui.

LEIA MAIS:

- Estudantes de escola pública organizam museu virtual que conta trajetórias de mulheres esquecidas ao longo da história

- Você está fazendo todas as perguntas ERRADAS sobre o caso Amber Heard e Johnny Depp

- Quando o ataque de pânico é de uma mulher, a chance de estigma é maior

Também no HuffPost Brasil

Close
Frases inspiradoras de famosas sobre o feminismo
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção