Huffpost Brazil

Biel sobre denúncia de assédio: 'Não consigo entender como não levaram na brincadeira'

Publicado: Atualizado:
MC BIEL
Facebook/Reprodução
Imprimir

Por meio de uma publicação no Instagram, Biel comentou pela primeira vez a denúncia de assédio sexual feita por uma repórter do IG.

"O lobo mau será sempre o vilão se só escutarem a versão da chapeuzinho", afirma Biel no início do texto em que expõe o seu lado da história. O episódio ocorreu em maio, durante entrevista de divulgação de seu primeiro álbum, Juntos Vamos Além.

A denúncia da repórter à 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo veio à público na última sexta (3) e causou grande repercussão nas redes sociais.

No texto, o cantor não nega os comentários machistas e desrespeitosos feitos à repórter na ocasião. No entanto, se justifica dizendo que tudo não passou de um mal entendido e que todas as investidas eram piadas.

"Nem homem me considero ainda pra ser prepotente ao ponto. Sou um menino, menino que brinca, menino sem papas na língua, menino que sorri", afirma.

Leia o texto de Biel na íntegra:

Sei que eu posso estar falando pra um monte de gente com o coração magoado por outros motivos e que pode querer vir aqui só pra descontar tal raiva na gente, sei que tem muita gente que não me conhece e tá lendo isso aqui... Mas queria dizer que estou triste... E como estou. Dentre as três pessoas mais importantes na minha vida, duas são mulheres: @anenetwork e @gimarinsr.

Não consigo entender como não levaram na brincadeira já que a gente tava se tratando de mim, né, cara que perde o amigo mas não perde a piada, e que na entrevista tivemos um clima totalmente descontraído, todo mundo ria, como adolescentes que somos, e em nenhum momento a repórter se sentiu ofendida, tanto é que as brincadeiras continuaram assim como a entrevista... Machista? Nem homem me considero ainda pra ser prepotente ao ponto. Sou um menino, menino que brinca, menino sem papas na língua, menino que sorri... Infelizmente a felicidade acompanhada do sucesso incomoda, coisa que não deveria... Tudo não passou de um mal entendido e já está tendo as medidas cabíveis sendo tomadas. Só queria entender como que em sã consciência eu falaria tudo o que falei se fosse na maldade, sabendo que estava sendo filmado e ciente da presença de mais umas cinco pessoas na sala na hora da entrevista...

Enfim, cabe a quem me conhece tirar as conclusões. E quem não conhece? Bom, pra quem não conhece, o lobo mau será sempre o vilão, né?! Se só escutarem a versão da chapeuzinho... Eu podia ter me explicado em programas de TV, tive o convite de vários amigos apresentadores pra resolver isso... Mas eu devo satisfação apenas à vocês aqui, minhas baladeiras e baladeiros. Meu público que tá comigo e me ama! Agora chega, né gente... Vamos viver! Hoje tem show em Sorocaba! ALÔ, Sorocaba! Tô chegando, hein?!

O assédio

O caso aconteceu em maio com uma repórter do portal iG, que prefere não ser identificada, durante uma entrevista com o cantor sobre o seu novo CD.

Gabriel Araújo Marins Rodrigues, de 20 anos, foi denunciado pela profissional na 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo por assédio sexual. De acordo com o relato, ele chamou a jornalista de “gostosinha” e disse que “a quebraria no meio” se mantivessem relações sexuais.

O episódio foi testemunhado por outras pessoas que acompanharam a entrevista. O diálogo, gravado em áudio e vídeo, foi entregue às autoridades para investigação.

Durante a conversa, a repórter menciona que tem quase a mesma idade do cantor. Ele responde: "Idade não significa nada. Se te pego, te quebro no meio".

Depois, ela questiona se ele é bissexual, em menção às buscas no Google sobre "Biel é bi?". O artista retruca: "Por quê? Você quer que eu te mostre com atos e ações? E eu sou heterossexual. Eu gosto é de boceta".

Constrangida, outras pessoas que acompanhavam a filmagem justificaram o comportamento do artista. "Ele está com sono. Relaxa, ele é assim mesmo."

Mais machismo

O site It Pop divulgou neste fim de semana trechos em áudio de uma entrevista feitas com Biel - também para divulgação de seu álbum de estreia - cujos temas culto ao corpo, machismo no funk e sexualidade foram abordados.

A seguir, você vê uma das perguntas da entrevista seguida da resposta do cantor:

It Pop: Você gosta de provocar os fãs, mostrar o seu corpo, e isso te rende bastante elogios, cliques. A mídia gosta desse alvoroço. Só que quando uma mulher faz isso, ela é bem criticada. O que você pensa sobre isso?

Biel: “O homem, pra pegar uma mulher, ele precisa de lábia. Ele precisa de talento, né, cara? Porque é difícil. Mulher é bem resguardada. Mulher, pra pegar homem, é só abrir as pernas, parceiro! É fácil!”, afirmou o cantor. “Então, por isso um homem que pega bastante mulher, ele é valorizado. Por quê? Porque é difícil pegar mulher. Sabe? Você tem que desfrutar de um talento. Mulher não, mulher que pega bastante homem é fácil. Ela, tipo, só é fácil. O cara não, o cara pode ser fácil, [mas] não vai pegar mulher. Tem que ter talento, sabe? Tem que pegar... Mulher que vale a pena, eu tô falando. Acho que essa é a diferença.”

O áudio da entrevista completa está disponível aqui.

#RiPBiel

No fim de semana, a hashtag #RiPBiel foi destaque no Twitter.

Por meio dela, os usuários do microblog ironizaram o fim da carreira o cantor, criticando tanto a postura machista dele quanto a atitude dos fãs - que partiram em defesa de Biel em detrimento da repórter assediada.

Ouça os trechos originais de conversa entre Biel e repórter do IG

Depois que diferentes veículos online vazaram trechos da entrevista em que Biel é acusado de cometer assédio sexual contra uma repórter do IG, o portal decidiu disponibilizar, pela primeira vez, os trechos de forma oficial “e com o intuito de garantir a divulgação da ordem correta dos acontecimentos”.

De acordo com nota, o site espera com esta divulgação ”dar fim às especulações em torno do caso e deixar nas mãos das autoridades que conduzem o inquérito policial a análise dos fatos”.

Ouça aqui.

LEIA MAIS:

- Pesquisa mostra que 86% das mulheres brasileiras sofreram assédio em público

- Estas mexicanas mostram o que acontece quando assediadores são confrontados nas ruas (VÍDEO)

TAMBÉM NO HUFFPOST BRASIL:

Close
Opiniões chocantes sobre estupro
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção