Huffpost Brazil

Dilma Rousseff deixa lista das 100 mulheres mais poderosas do mundo da Forbes

Publicado: Atualizado:
DILMA ROUSSEFF
Ueslei Marcelino / Reuters
Imprimir

A revista americana Forbes divulgou nesta segunda-feira (6) a lista das 100 mulheres mais poderosas do mundo em 2016. Nesta edição, nenhuma brasileira é citada, diferente das listas anteriores, nas quais a presidente afastada Dilma Rousseff estava presente.

É a primeira vez que Dilma fica de fora da lista desde sua estreia em 2010, quando foi eleita presidente pela primeira vez. O ranking deste ano é encabeçado pela chanceler da Alemanha, Angela Merkel.

Em 2010, a presidente afastada não só estreou já na segunda posição da lista das mulheres mais poderosas do mundo, atrás apenas de Merkel, como também chegou a ser a 16ª pessoa mais poderosa do planeta.

Desde sua estreia no ranking, porém, Dilma foi caindo posições, ao passo que a reputação internacional do Brasil foi perdendo força. Em 2014, ela ocupou a quarta posição entre as mulheres mais poderosas e, em 2015, caiu para o sétimo lugar.

O agravamento da crise econômica assim como os protestos cada vez mais frequentes abalaram a popularidade da presidente. "Rousseff, que na campanha prometeu aproveitar o dinheiro do petróleo e impulsionar a economia, agora enfrenta um escândalo de corrupção que envolve a estatal Petrobras", escreveu a revista Forbes em 2015.

Em maio deste ano, foi aprovada a abertura do processo de impeachment de Dilma, o que culminou em seu afastamento da presidência, assumida de forma interina por Michel Temer.

Além de Rousseff, Cristina Kirchner também desapareceu da lista deste ano, após estar na 16ª colocação na lista de 2015. Agora, a única representante da América Latina é a presidente chilena, Michelle Bachelet, no 18º lugar.

Para chegar aos 100 nomes, a revista leva em consideração a fortuna, presença e importância na mídia e esferas de influência e impacto. Veja abaixo as 10 mulheres mais poderosas deste ano, segundo a Forbes:

Close
As 10 mulheres mais poderosas em 2016
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

LEIA MAIS:

- Do governo FHC ao governo Dilma: Cabe todo mundo no listão do 'petrolão' de Cerveró

- Governo diz que Dilma 'abusa' e corta viagens e gastos da petista