Huffpost Brazil

8 coisas incríveis que acontecem quando você tem autocompaixão

Publicado: Atualizado:
ESTAR EM PAZ
Você merece sua própria bondade. | Getty Images
Imprimir

Você trata seus melhores amigos com amor, respeito e bondade – mas você estende essas mesmas cortesias a si mesmo?

Somos nossos piores críticos – e isso pode causar muito estresse em nossas vidas cotidianas. A autocompaixão, ou arte de expressar receptividade e compreensão para si mesmo o tempo todo, é um elemento importante do bem estar.

Ela não só beneficia sua saúde mental, como pode até melhorar sua saúde física, segundo pesquisas.

A melhor parte? É bem simples. Praticar a autocompaixão significa apenas “conversar consigo mesmo com um diálogo interno encorajador”, disse ao The Huffington Post a pesquisadora Kristin Neff, professora associada de psicologia educacional na Universidade do Texas, em Austin.

Isso inclui reconhecer dificuldades e desafios, além de dizer para si mesmo que é tudo bem passar por coisas do tipo.

A vida é melhor quando você se trata com gentileza. Conversamos com alguns pesquisadores especializados em autocompaixão sobre os muitos benefícios da prática. Veja os conselhos deles abaixo e mude sua atitude mental já.

amor próprio

1. A autocompaixão te faz mais resiliente.

Pense na vez em que você foi passado para trás numa promoção ou não conseguiu o emprego que queria. Você pegou pesado consigo mesmo ou ficou ruminando sobre os erros cometidos?

É possível que isso não vá te ajudar da próxima vez que você passar por uma situação parecida. É mais fácil se recuperar de um fracasso quando você é compreensivo consigo mesmo, diz o pesquisador de autocompaixão e instrutor de psicologia clínica da Escola de Medicina de Harvard Christopher Germer.

“A autocompaixão é um fator importante da resiliência emocional”, disse Germer ao The Huffington Post. “Há uma ampla gama de elementos que ela amplifica quando se trata do bem estar emocional.”

2. Ela melhora seus relacionamentos.

Não só seu relacionamento consigo mesmo vai se beneficiar, seus outros relacionamentos também serão fortalecidos, diz Germer.

“Estudos sugerem que a autocompaixão pode levar a um aumento nas conexões sociais”, explicou ele. Faz sentido: expressar compaixão por si mesmo significa que você é uma pessoa mais compreensiva – e isso pode ajudar a entender e a estabelecer laços com os outros.

3. Ela te ajuda a ser menos perfeccionista.

Se você faz críticas muito duras a si mesmo, talvez valha a pena praticar a autocompaixão para se livrar dos grilhões do perfeccionismo, diz Germer.

Pesquisas sugerem que quem relata pouca autocompaixão também demonstra mais traços de perfeccionismo. E essa busca pela perfeição pode ter impacto no seu bem estar.

“As pessoas tendem a ser muito mais crueis consigo mesmas que com as outras”, afirmou Neff. “Quando você pratica a autocompaixão, essencialmente tem um amigo dentro da própria cabeça.”

4. A autocompaixão ajuda a ter uma imagem positiva do próprio corpo.

Pesquisas preliminares também sugerem que a autocompaixão pode servir como uma espécie de intervenção para quem corre o risco de ter problemas mentais relacionadas à imagem do corpo.

“Mulheres com distúrbios relacionados à imagem do próprio corpo que escutaram gravações [de autocompaixão] durante algumas semanas podem descobrir que, apesar de não perderem peso durante aquele período, a relação com o corpo tornou-se menos crítica”, afirmou ela.

5. É uma maneira de conversar consigo mesmo sem fazer julgamentos.

A autocompaixão não é uma medida da sua autoconfiança ou como você se sente em determinados momentos, diz Neff.

“Autocompaixão não é autoestima, porque não se trata de um julgamento do seu valor”, explicou ela. “É uma maneira mais estável de relacionar-se consigo mesmo, e não há altos e baixos. Ela está presente nos sucessos e nos fracassos.”

6. Ela te permite se envolver em atividades saudáveis.

Praticar a autocompaixão é mais que dizer platitudes – também significa se envolver em atividades recompensadoras e relaxantes. As pessoas que têm autocompaixão escrevem diários, leem livros, passam tempo com as pessoas queridas, tomam banhos de espuma – enfim, fazem tudo o que esteja relacionado a cuidar de si mesmo, diz Germer.

7. Ela te ajuda a te tornar seu maior aliado.

A autocompaixão coloca a melhor pessoa no seu time: você mesmo. O hábito te transforma do seu maior inimigo em seu maior torcedor, diz Neff.

“Se um amigo está chateado, você o entende e incentiva’, explicou ela. “Uma pessoa que tem autocompaixão tem a mesma atitude para consigo mesma.”

8. A autocompaixão te faz mais feliz.

No fim das contas, Neff diz que a prática pode transformar profundamente. Pesquisas mostram que a autocompaixão pode te fazer mais feliz – e quem não quer isso?

Então vamos lá: seja bondoso consigo mesmo. Você merece.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Por que a escolha do outro me incomoda tanto?

- A empatia pode mudar sua vida, e a ciência mostra como

- Ricardo Darín, astro do cinema argentino: ‘Detesto a ideia de não poder errar'

Também no HuffPost:

Close
13 maneiras de conquistar a felicidade
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção