Huffpost Brazil

'Japonês da Federal', que virou astro da Lava Jato, é preso novamente. Ele é acusado de corrupção e contrabando

Publicado: Atualizado:
Imprimir

newton ishii

Newton Hidenori Ishii, o "Japonês da Federal", que ganhou projeção nacional por conduzir presos da Operação Lava Jato, acabou novamente preso na tarde desta terça-feira (7) em Curitiba. Ele é acusado de corrupção por facilitar a entrada de contrabando no país pela fronteira com o Paraguai.

Agente da Polícia Federal desde 1976, Newton Ishii chegou a ser preso pela própria corporação em 2003, na Operação Sucuri. Se aposentou no mesmo ano, mas teve a prisão revogada em abril de 2014.

Segundo o G1, o mandado foi expedido pela Vara de Execução Penal Justiça Federal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, e ele está detido na Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense.

Réu na Operação Sucuri
O agente é réu em uma ação que surgiu a partir da Operação Sucuri. As investigações mostraram que os agentes facilitavam a entrada de contrabando no país, pela fronteira com o Paraguai, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. O caso tramita sob segredo de Justiça.

Em março deste ano, o ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou recurso de três réus da Operação Sucuri, deflagrada em 2003 contra 19 policiais federais, agentes da Receita Federal, e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) por facilitação de contrabando em Foz do Iguaçu (PR).

Com a decisão – cujo recurso estava nas mãos de Fischer, este relator da Lava Jato no STJ, desde abril de 2015 –, Ishii e os outros dois agentes que recorriam – as investigações apontaram que os envolvidos facilitavam a entrada de produtos contrabandeados na fronteira do Brasil com o Paraguai – seguem condenados, mas ainda podem recorrer ao colegiado do STJ e ainda mais uma vez, mas ao Supremo Tribunal Federal (STF).

LEIA TAMBÉM

- STJ mantém condenação por corrupção do 'Japonês da Federal'

- Esta é a personalidade da política que vai abalar o Carnaval

- O 'japonês bonzinho' da Lava Jato já foi preso pela própria PF por contrabando

Também no HuffPost Brasil

Close
Entenda a Operação Lava Jato
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção