Huffpost Brazil

Se legalizada, maconha pode movimentar até R$ 5,7 bilhões por ano. E reduzir gastos em quase R$ 1 bilhão

Publicado: Atualizado:
Imprimir

marijuana

Em tempos de vacas magras e problemas tributários de toda espécie, surge uma opção. É que o estudo “Impacto Econômico da Legalização da Cannabis no Brasil”, obtido pelo jornal O Globo, indica que a legalização da maconha no Brasil movimentaria R$ 5,7 bilhões com chances de arrecadar até R$ 5 bilhões aos cofres públicos. Os dados são da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados.

O público consumidor da substância no País ficou em 2,7 milhões de pessoas. Para alcançar tais dados financeiros, a receita foi calculada na abertura que fez o Uruguai, limitando a compra de 40 gramas de maconha ao mês por usuário. O preço da grama da maconha no nosso país vizinho é de US$ 1,20 (R$ 3,60).

marijuana

Mas, caso o Brasil adotasse medidas parecidas com o estado americano do Colorado, é possível que houvesse aumento no número de consumidores (podendo chegar 3,2 milhões de pessoas) com possibilidade de receitas de R$ 5,9 bilhões ao país.

Os custos do encarceramento

Do outro lado da moeda da criação de um mercado regular há também a diminuição dos gastos com o sistema prisional. O levantamento aponta para uma economia grande aos cofres públicos: redução de R$ 997,3 milhões dos gastos anuais.

LEIA TAMBÉM:

- Em pleno 2016, ministro de Temer AINDA acredita na guerra às drogas

-
Consumo de maconha nos EUA só tende a aumentar -- e investidores estão de olho nisso

- PM encontra ~grande~ plantação de maconha. E a internet vai ao delírio

- Cidade dos EUA vai reverter R$ 10 milhões de impostos da maconha para moradores de rua

Também no HuffPost Brasil

Close
Marcha da Maconha 2016
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção