Huffpost Brazil

14 homens e mulheres abrem o jogo sobre o sexo na menstruação

Publicado: Atualizado:
Imprimir


Vamos falar sobre sexo (durante a menstruação), baby.

A menstruação pode ser uma função básica do corpo, mas tem um enorme estigma em nossa cultura. Adicione o sexo (ou não) e a coisa fica ainda mais complicada.

Algumas mulheres consideram que o sexo durante a menstruação é a única coisa que permite a elas algum tipo de alívio confiável das horríveis cólicas mensais.

Para alguns parceiros, a menstruação é totalmente excitante. Para outros... nem tanto.

Perguntamos aos nossos leitores e leitoras como eles se sentem em relação ao sexo durante a menstruação e qual o papel dessas impressões na vida sexual. Veja o que os 14 entrevistados disseram:

“Se alguém diz: ‘Sangue, em geral, não tem problema, mas quando sai da vagina é nojento’, isso é ridículo.”— Yvonne, 29 anos

A primeira vez que fiz sexo durante a menstruação, na verdade, foi com a primeira pessoa com a qual tive uma relação sexual. Não sei se ele realmente se sentiu confortável ou se éramos apenas adolescentes superexcitados [risos].

Todos os parceiros sérios que tive desde então não tiveram problema com isso. Mas houve um período, por volta dos meus 20 anos, quando estava solteira e namorando bastante, em que definitivamente percebi que aquilo era um problema para alguns caras.

Eu meio que esqueço que algumas pessoas realmente têm nojo. Por exemplo, há algumas semanas, estava no elevador com um colega de trabalho, que tem basicamente minha idade, e ele ficou me perguntando onde eu estava indo, então eu finalmente chacoalhei minhas moedas para a máquina de absorventes.

Ele gritou “NHECA!” e se afastou de mim. Esse tipo de coisa me desafia, do tipo f*da-se.

Agora tenho quase 30 anos e me sinto muito mais confortável comigo mesma e com meu corpo, e estou muito mais consciente de que existe uma enorme cultura da vergonha pairando sobre a menstruação das mulheres. Mas eu não deveria me sentir envergonhada.

É diferente se alguém diz: ‘Humm, sangue realmente me enoja’. Entendo. Nunca pediria para alguém ter relações sexuais comigo nesse caso se a pessoa morre de nojo de sangue. Mas, se alguém diz: ‘Sangue, em geral, não tem problema, mas quando sai da vagina é nojento’, isso é ridículo.

A questão é que fazer sexo durante minha menstruação realmente me ajuda. No primeiro ou segundo dia, provavelmente não vai rolar, porque tenho dismenorreia e sinto uma dor terrível. Mas, depois disso, me ajuda com as cólicas. Quando eu gozo, sinto um enorme alívio.

“Começamos a nos pintar com o dedo. Desenhamos corações e espirais.” — Scott, 36 anos

Quando eu tinha 19 anos, conheci uma artista que era 10 anos mais velha do que eu e tivemos um caso loucamente apaixonante. Transávamos em seu estúdio.

Uma vez, ela avisou que estava menstruada. Sou feminista, muito bem informado — cresci em uma família de mulheres e tive muitas discussões francas com elas —, mas acho que ela conseguiu perceber minha confusão, porque nunca havia transado com uma mulher menstruada até então.

Tiramos nossas roupas, e ela colocou meus dedos e os dedos dela dentro da vagina... e então começamos a nos pintar. Desenhamos corações e espirais e escrevemos nossos nomes. Foi maravilhoso. Ainda é uma das experiências mais bonitas, de conexão e positivas com o sexo que já tive.

Muitas parceiras que tive desde então se mostraram reticentes sobre transar menstruadas num primeiro momento, mas, depois de experimentarmos, normalmente funciona muito bem.

Com uma parceira, apelidamos de “sexo do homem das cavernas” ou “sexo primitivo”. Não é um fetiche — apenas um tipo diferente de sexo. Mas também não acho que haja algo de repulsivo nisso. Não há nada a temer.

“É apenas mais legal esperar.” — Sally, 38 anos, e Diego,* 45

Sally: Transamos, em média, duas a três vezes por semana, mas evitamos a penetração durante todo meu período menstrual. A primeira vez que dormimos juntos quando eu estava menstruada, ele tomou a iniciativa e eu disse que estava naqueles dias. Ele disse: ‘Ah, OK’ e me abraçou. Desde então, nunca na verdade falamos sobre o assunto.

Apenas parece mais natural para nós dois não transar. Realmente não me sinto confortável transando durante a menstruação, porque não me sinto atraente e sexy. Transei com parceiros anteriores durante a menstruação, mas nunca curti. Nunca me senti totalmente relaxada.

Diego: É apenas mais legal esperar. Não me importaria se, às vezes, fizéssemos amor durante esses dias, mas, em geral, sinto que é melhor, como se fosse um momento para relaxar.

“Ela tem de lidar com isso, então não há razão para eu fugir e me esconder.” — Margot, 22, e Matt, 22

Margot: Temos uma toalha para a menstruação. Quer dizer, sempre a lavamos, mas é como se fosse nosso altar sacrificial [risos].

Matt: Às vezes também pegamos uma que esteja realmente suja.

Margot: Antes do Matt, havia transado menstruada, mas não foi positivo. Estava em um relacionamento abusivo, e meu ex-parceiro realmente fazia com que eu me sentisse envergonhada e suja a respeito. Lembro-me de uma vez que estávamos transando, e ele estava fazendo sexo oral em mim.

Minha menstruação havia começado, mas eu não sabia, e ele teve uma reação horrível. Pegou uma garrafa de uísque e lavou a boca na minha frente. Aquilo me fez sentir tão suja, porque meu namorado estava basicamente se esterilizando por minha causa.

Eu também fiquei um tempo sem menstruar, porque tinha distúrbios alimentares. Então, quando a experiência com Matt foi tão positiva, descontraída, também foi de cura. Foi um lembrete de que eu era saudável, e de que estava em um relacionamento saudável.

Matt: Não sabia disso tudo de antemão — que era um assunto tão importante para ela antes de transarmos durante a menstruação pela primeira vez —, mas é bom saber disso agora.

Para mim, é apenas algo que acontece uma vez ao mês, e a Margot tem de lidar com isso, então não há razão para eu fugir e me esconder. Sei que as pessoas têm nojo e, de certa forma, entendo. Quero dizer, pode ser um pouco estranho. A Margot pode ser testemunha de que, às vezes, não faço sexo oral com tanta frequência.

Mas, se você sentir o gosto, é apenas por uma fração de segundos. E os corpos humanos são realmente lugares estranhos. Muito do que acontece durante o sexo, geralmente, é muito estranho.

É difícil definir o que torna o sexo durante a menstruação diferente, é um pouco indescritível. Apenas há uma energia diferente lá. É realmente primitivo. Somos nós fazendo sexo como animais.

Margot: Fico mais sensível sexualmente. É divertido. Parece mais lúdico.

“E se nossos ciclos não coincidissem e não tivéssemos relações sexuais durante nossa menstruação? Significaria não transar por duas semanas.” — Jordan,* 28, e Chelsea, 28

Jordan: Eu me lembro, provavelmente dois ou três meses depois de nos conhecermos, de ficar menstruada na noite em que deveríamos nos encontrar. Fiquei chateada e disse a ela que estava no meu ciclo e ela disse: ‘Bem, mas é para isso que servem os tampões’.

Chelsea: Na verdade eu nunca tinha feito antes, mas com ela havia uma séria conexão emocional. Não me incomodava. E acho que temos uma vantagem sobre os rapazes, porque, você entende, somos garotas. Veio a menstruação. Se você estiver com o tampão, não tem problema.

Sexo durante a menstruação não é uma coisa realmente espontânea para nós, porque há uma certa limpeza que fazemos para nos prepararmos para isso. Você troca o tampão, toma banho, fica fresquinha e pronta para ir em frente.

Jordan: Se realmente queremos penetração, vamos no sexo oral primeiro, então tiramos o tampão e aí fazemos. Uma vez, não sabíamos que ela estava sangrando até eu já estar lá embaixo, então apenas demos risada; eu a limpei, coloquei o tampão e continuamos.

Nunca havia feito sexo durante minha menstruação antes, nem com homens nem com mulheres. Ela realmente é a primeira namorada firme que tive na vida, e uma das coisas, não quero dizer medo, que eu pensava sobre era: e se nossos ciclos não coincidissem e não tivéssemos relações sexuais durante nossa menstruação?

Significaria não transar por duas semanas, e tudo bem para mim. Felizmente, isso não é um problema para nós.

“Penso em minha menstruação como um momento no qual realmente me volto para dentro.” — Sarah, 29

Não tenho relações sexuais durante a menstruação, e esta decisão tem origem em minha prática espiritual judaica, bem como no aprendizado que tive sobre meu corpo e meu ciclo — com literatura de menstruação feminista, hippie e crendices [risos]. Sou fundadora de uma organização que apoia o bem-estar de mulheres judias, por isso penso muito sobre o assunto.

Basicamente, penso em minha menstruação como um momento no qual realmente me volto para dentro, aproveitando a energia única e o poder desse período. Não chego ao ponto de não permitir o toque, e, se estivesse em um relacionamento estável (o que não é o caso agora), certamente iria me aconchegar e passar tempo com meu parceiro, mas não teria uma relação sexual ou compartilharia meu corpo daquela forma.

Quando você transa com um homem, a parte do corpo de alguém está literalmente dentro do seu corpo. Vejo isso mais como algo para fazer durante a ovulação, que é quando sinto que realmente quero sexo. (Não quero ficar grávida, então uso dupla proteção nesse período.)

Boa parte das leis de planejamento familiar no Judaísmo e ideias sobre evitar o sexo durante a menstruação estão baseadas em textos patriarcais sobre impurezas, mas, para mim, realmente vejo como uma mensagem muito mais profunda. Tem a ver com dar ao meu corpo aquele tempo de descanso.

“Toda vez que ficava menstruada, sentia que meu corpo estava fazendo algo errado.” — Jade,* 22<

Cresci em uma cidade pequena, onde a política conservadora e a religião estão profundamente enraizadas na cultura. Lembro-me com clareza de estar voltando para a casa depois da escola, após ouvir uma palestra sobre puberdade, e minha mãe dizia que nenhuma das minhas irmãs mais novas poderia saber o que eu havia acabado de aprender.

Ela me disse que, quando minha menstruação viesse pela primeira vez, eu teria de esconder meus produtos femininos — até mesmo minha gilete — em algum lugar do banheiro para que meus irmãos não os vissem. Por isso, toda vez que ficava menstruada, sentia que meu corpo estava fazendo algo errado.

Comecei minha vida sexual aos 15 anos, mas a primeira vez que transei menstruada já estava na faculdade. Nessa época, eu me sentia muito mais confortável com a menstruação porque havia conversado sobre o assunto com amigos e lido artigos que me asseguravam ser OK. Na primeira vez em que transei menstruada, estava bêbada. Falei abertamente que estava menstruada, e o cara topou. Era uma fantasia que ele sempre teve. Para ser honesta, acho que precisei estar bêbada na primeira vez para lidar bem com o fato — mas é algo com o qual tenho me sentido confortável desde então.

Acho que a comunicação é fundamental. Meu namorado atual, com o qual tenho um relacionamento estável, tem curiosidade sobre o assunto mais do que qualquer outra coisa, e acho que muitos homens acreditam que o sexo durante a menstruação é nojento simplesmente porque não possuem nenhuma informação. Ele de fato ficou um pouco com nojo— e preocupado — quando viu coágulos enquanto estávamos transando, mas, desde que conversemos abertamente sobre essas coisas, não temos problema. Dito isso, ele não quis falar sobre o assunto para este artigo. Talvez porque seja o nosso segredo “nojento”?

“Acho que há uma expectativa de que casais gays femininos não tenham nenhum tipo de problema com o sexo durante a menstruação.” — Michelle,* 23, e Susan,* 25

Michelle: Estamos juntas há um ano e meio e, normalmente, transamos duas a três vezes na semana. Mas mudamos nossa vida sexual no período da menstruação, não devido a uma aversão por nossa parte, e mais pelo conforto de quem esteja menstruada. Estamos adaptadas à nossa rotina.

Quando estou no meu ciclo, realmente não gosto de ser tocada — pelo menos por um ou dois dias.

Nesse período, foco em dar prazer a ela. No entanto, por volta do terceiro ou quarto dia, voltamos a ter uma abordagem mais recíproca.

Quando está menstruada, ela normalmente não quer fazer nada. A menstruação dela é pesada e faz com que ela perca o interesse em sexo. Ela geralmente evita receber qualquer coisa, inclusive [sexo] oral, quando está menstruada.

Susan: Quando transamos e ela está menstruada, percebo um cheiro muito leve e sabor metálico, como ferro. É definitivamente mais melequento, mas nunca me importei. Simplesmente lidamos com a sujeira lavando bastante roupa.

Michelle: Acho que há uma expectativa de que casais gays femininos não tenham nenhum problema com o sexo durante a menstruação — ou que simplesmente nunca transem [no período].

Não é uma questão negativa em meu relacionamento, mas é algo que minha parceira e eu conversamos e ajustamos o dobro de vezes do que o típico casal hetero; ainda assim, não somos incluídas no debate.

Alguns casais gays femininos se sentem mais confortáveis do que nós em relação ao sexo durante a menstruação, e outros se sentem menos confortáveis.

Susan: Acho que as pessoas normalmente não entendem como as mulheres gays fazem sexo, então sempre existem suposições estranhas em relação ao assunto.

“Fiquei mais desconcertada sobre o assunto no início do que ele.” — Anne,* 23, e Tom,* 24

Anne: Costumávamos ter relações sexuais durante minha menstruação sem problemas, mas troquei a pílula pelo DIU no último ano e a coisa desandou. Eu costumava ter fluxos muito leves (ou moderados) sem nenhuma cólica ou dor, mas, agora, com meu corpo se adaptando, eles são mais longos, mais imprevisíveis e dolorosos.

Mas, se é um dia [com fluxo] mais leve, sem cólicas fortes, vamos em frente! Percebo que, quando atinjo o clímax, o sangramento aumenta. Ambos tomamos banho depois para não parecer que assassinamos alguém com nossos órgãos genitais. Acho que fiquei mais desconcertada sobre o assunto no início do que ele.

Tom: Para mim, não foi sempre confortável lidar com a menstruação, mas eu definitivamente amadureci em relação ao assunto. Você entende, ainda prefiro não ver os tampões no lixo, mas não me importo com um pouco de sangue. É algo natural.

Estes relatos foram editados e resumidos
*Os nomes com asteriscos foram trocados para manter o anonimato

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- 'Nenhum sangue deveria nos parar!': Este comercial de absorventes destrói qualquer tabu sobre menstruação (VÍDEO)

- Como as mulheres lidam com a menstruação no espaço

- Whoopi Goldberg é a nova empresária da maconha. E ela jura que vai ajudar as mulheres com as dores menstruais

Também no HuffPost Brasil:

Close
15 fotos íntimas de mulheres na cama com seus métodos contraceptivos
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção