Huffpost Brazil

Aluno de ETEC em São Paulo diz ter recebido merenda com uma LAGARTIXA

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Meses atrás, falamos aqui no HuffPost Brasil sobre O guia (nada) gastronômico das merendas nas escolas públicas de São Paulo.

Mas, segundo uma postagem feita na página de Facebook Resistência Mandaqui, dos alunos da Escola Técnica Estadual Mandaqui (Etec Mandaqui), uma lagartixa foi encontrada num bolinho servido na unidade.

O produto industrializado é parte da chamada "merenda seca" distribuída pelo governo Geraldo Alckmin nas unidades que não possuem cozinha.

O Centro Paula Souza, responsável por 220 (Etecs) em 162 municípios do estado, informou ao HuffPost Brasil que a distribuição dos alimentos foi suspensa assim que descobriram o bolinho danificado:

"A direção da Etec Mandaqui suspendeu a distribuição de bolinho de laranja após o incidente. Os alunos receberão outros itens do cardápio, sem prejuízo da alimentação escolar. A escola recebe a merenda já embalada, que é armazenada com a ajuda de profissionais de nutrição, e distribui os itens para os estudantes, respeitando o cardápio fornecido pela Secretaria Estadual da Educação (SEE), órgão responsável pela compra e distribuição de alimentação escolar no Estado. A direção já solicitou o recolhimento e troca de todo o lote de merenda à SEE. O bolo em questão foi armazenado sob resfriamento para posterior análise dos órgãos competentes", informou em nota.

A Secretaria Estadual de Educação, por sua vez, informou que notificou imediatamente a empresa e retirou o produto de circulação na ETEC. "Uma vistoria técnica na fabricante do bolo será agendada. E caso sejam constatados problemas o produto poderá ser retirado da merenda paulista", afirma a nota do governo paulista.

Merenda é novidade
A falta de refeição nas escolas técnicas estaduais (Etecs) foi um dos principais argumentos dos estudantes que ocuparam os colégios estaduais neste ano.

Após negociação, o governo recuou e anunciou a construção de cozinhas e refeitórios para oferecer a merenda padrão aos alunos de dez unidades, todas fora da capital paulista.

LEIA TAMBÉM:

- Adolescentes arrastados e jornalista agredido. Um dia normal para a PM de SP

- Coronel Telhada contra estudante na Alesp: 'Vou mandar te prender!'

- O guia (nada) gastronômico das merendas nas escolas públicas de São Paulo

Também no HuffPost Brasil

Close
SP: Protesto contra 'Máfia da Merenda'
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção