Huffpost Brazil

Subiu o tom: Temer nega pedido de propina e chama delação de Sérgio Machado de 'mentirosa' e 'criminosa'

Publicado: Atualizado:
TEMER
Ueslei Marcelino / Reuters
Imprimir

O presidente em exercício Michel Temer subiu o tom contra o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que acusou o peemedebista de negociar propinas para a campanha de Gabriel Chalita à Prefeitura de São Paulo.
"Quando alguns deixam passar em branco, eu não deixarei", disse.

"Eu quero fazer uma declaração a respeito da manifestação irresponsável, leviana, mentirosa e criminosa do cidadão Sérgio Machado. E quero dizer aos senhores e as senhoras que eu falo, em primeiro lugar com homem, como ser humano, para dizer que a nossa honorabilidade está acima de qualquer outra função ou tarefa pública que exerça no momento ou venha a exercer", disse Temer, em declaração à imprensa no Palácio do Planalto.

Delator da Lava Jato, o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado afirmou que o presidente interino Michel Temer negociou com ele o repasse de R$ 1,5 milhão de propina para a campanha de Gabriel Chalita, então candidato do PMDB à Prefeitura de São Paulo, em 2012, de acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo.

"Esta leviandade não pode prevalecer.", disse Temer sobre acusações. "Senão não teria qualquer condições de presidir o País.", defende Temer. Ele ainda cita que é bem recebido por onde passa e não poderia sair se estivesse envolvido em esquemas de corrupção.

Trecho da conversa revelada pela Folha:

Machado: Você acha que a gente consegue emplacar o Michel sem uma articulação do jeito que esta...
Sarney: Não. Sem articulação, não. Vou ver o que acontecendo, vou no Michel hoje...

Machado revela que contribuiu com Temer, ajudando na campanha do "menino", que para os investigadores é Chalita.

Machado: O Michel presidente... lhe dizer... eu contribuí pro Michel.
Sarney: Hum.
Machado: Eu contribuí pro Michel... Não quero nem que o senhor comente com o Renan (Calheiros, presidente do Senado)... Eu contribuí pro Michel para a candidatura do menino... Falei com ele até num lugar inapropriado, que foi na base aérea.
Sarney: Mas alguém sabe que você me ajudou?
Machado: Não, sabe não. Ninguém sabe, presidente.

LEIA TAMBÉM

- 'Ele não vai cair sozinho': Medo toma o Planalto após aprovação de cassação de Cunha

- Governo Temer diz defender Lava Jato mas resiste em seguir com medidas anticorrupção

- PMDB teme implosão do governo Temer com a Lava Jato

Também no HuffPost Brasil

Close
Manifestação contra Michel Temer
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção