Huffpost Brazil

Terceiro ministro de Temer a cair se escondeu em banheiro de avião para não ser chamado de 'golpista'

Publicado: Atualizado:
Imprimir

henrique eduardo alves

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, pediu demissão nesta quinta-feira (16) após ser citado pelo ex-presidente de Transpetro Sérgio Machado em acordo de delação premiada.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, Alves chegou a se esconder num banheiro de avião para evitar gritos de "golpista" de uma passageira que embarcava com ele. O agora ex-ministro viajava de Brasília para Natal, no Rio Grande do Norte, e a passageira que o provocava sentou-se duas poltronas para trás dele.

Com ele, são três ministros que caíram durante pouco mais de um mês de governo Michel Temer em meio a escândalos de corrupção.

Já caíram Romero Jucá, ex-ministro do Planejamento, e Fabiano Silveira, ex-ministro da Transparência.

Próximo de Temer, Henrique Eduardo Alves sofria pressão para sair por conta do acúmulo de citações em investigações.

LEIA MAIS:

- Subiu o tom: Temer nega pedido de propina e chama delação de Sérgio Machado de 'mentirosa' e 'criminosa'

- Guarde esta lista: Estes deputados votaram para NÃO cassar Eduardo Cunha

Também no HuffPost Brasil

Close
A lista de Sérgio Machado
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção