Huffpost Brazil

Traficantes invadem hospital no Rio de Janeiro para resgatar criminoso e deixam morto e feridos

Publicado: Atualizado:
HOSPUTAL SOUZA AGUIAR
Divulgação
Imprimir

Funcionários e pacientes do Hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio de Janeiro, passaram momentos de tensão na madrugada deste domingo (18).

Cerca de 20 traficantes invadiram o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio de Janeiro trocaram tiros com policiais e resgataram um bandido que estava internado na unidade.

Ronaldo Luiz Marriel de Souza, filho de um oficial da Marinha, estava no hospital para receber atendimento, foi baleado e morreu.

Um funcionário do hospital e um policial militar ficaram feridos.

O técnico em enfermagem baleado foi operado e está no Centro de Terapia Intensiva (CTI) e o policial militar passa por cirurgia na manhã deste domingo, informou a Secretaria de Saúde do município. Os feridos ainda não foram identificados.

Segundo a Polícia Civil, o traficante resgatado do hospital é Nicolas Lebre Pereira de Jesus, o "Fat Family", baleado no rosto durante troca de tiros com a polícia há uma semana, quando foi preso.

O criminoso estava na enfermaria de ortopedia do Souza Aguiar, sob escolta de quatro policiais militares.

O sargento da PM Fábio Melo, que fazia a custódia do traficante que foi resgatado, contou ao jornal Extra que ficou sob a mira de fuzis e pistola de seis traficantes, enquanto os demais faziam reféns no pátio do hospital.

Nicolas é irmão do traficante Marco Antônio Pereira Firmino da Silva, conhecido como "My Thor". Os irmãos comandam o tráfico no Morro Santo Amaro, no Catete (zona sul).

A quadrilha formada por 15 traficantes invadiu o hospital por volta das 3h e entrou na unidade usando como escudo um vendedor de doces, confundido com um funcionário do hospital.

A investigação do caso está sob responsabilidade da Divisão de Homicídios da capital.

(Com informações da Estadão Conteúdo)

LEIA MAIS:

- Onda de justiceiros avança no País, e moradores lincham suspeito de furto no Rio

- O status de cartão-postal não reflete a realidade diária do Rio de Janeiro

VEJA MAIS NO HUFFPOST BRASIL:

Close
Violência no Complexo do Alemão
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção