Huffpost Brazil

Michael Jackson colecionava fotos de crianças nuas, diz relatório policial

Publicado: Atualizado:
MICHAEL
Reprodução/Facebook
Imprimir

O Radar Online divulgou nesta semana um relatório policial relacionado a uma busca na casa de Michael Jackson realizada em 2003 (como parte das investigações sobre acusações de abuso sexual contra o cantor).

De acordo com o site, Michael tinha uma grande coleção de imagens de crianças, além de conteúdos pornográficos e mórbidos, com cenas de tortura de animais e sangue.

Um investigador não identificado pelo site afirma que Michael Jackson tinha “imagens chocantes de tortura de crianças”. Essas imagens não foram exibidas pelo Radar Online.

O relatório vazado mostra que as autoridades apreenderam mais de 80 gravações de vídeo e discos rígidos de computador, bem como notas, agendas, documentos, fotografias e fitas de áudio.

O documento aponta que o material encontrado não configurava crime, mas podia ser parte de uma estratégia de "preparação" pela qual os pedófilos "conseguem reduzir as inibições de suas vítimas e facilitar sua agressão".

Segundo o relatório, um dos livros encontrados "continha inúmeras fotografias de crianças". Algumas das imagens combinavam rostos das crianças e corpos adultos com as partes íntimas expostas.

Michael Jackson sofreu sete acusações de abuso sexual infantil. Em 2005, um júri o absolveu de todas as acusações depois de um julgamento de 14 semanas . Ele morreu em 2009 de uma overdose de propofol.

Em nota ao Huffington Post, a MJ Estate (que cuida dos direitos da obra do artista) declarou:

Sete anos atrás, neste próximo sábado, o mundo perdeu um artista incrível e que se dedicava a ajudar as crianças necessitadas em todos os cantos do mundo. Os fãs de Michael Jackson e sua família preferem lembrar as ações maravilhosas Michael no passado em vez de ver mais uma vez seu nome arrastado pela lama de um tablóide.

Tudo nesses relatórios, incluindo o que é chamado de "conteúdo que parece ser obtidas fora da internet ou através de fontes desconhecidas" é falso, sem dúvida, programado para o aniversário da morte de Michael.

Aqueles que continuam a explorar descaradamente Michael via internet em um desprezível esquema de “caça cliques” ignora que ele foi absolvido por um júri em 2005 em cada uma das acusações feitas contra ele em uma caça às bruxas que não deu certo.

Michael continua a ser tão inocente dessas manchas agora morto como era em vida, embora não esteja aqui para se defender. Isso já é suficiente.

LEIA MAIS:

- Os ensaios de 'Thriller' provam que Michael Jackson era um dançarino nato (VÍDEO)

- Por que a Igreja Católica nos desrespeita ao continuar encobrindo denúncias de pedofilia

TAMBÉM NO HUFFPOST BRASIL:

Close
A transformação de Michael Jackson
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção