Huffpost Brazil

Em vez de acabar com o futebol das crianças, policiais decidem entrar no jogo

Publicado: Atualizado:
POLICIAIS E CRIANAS
reprodução/ facebook
Imprimir

“Por favor, não liguem mais para a polícia para dizer às crianças que parem de jogar na rua”, escreveu um policial do estado do Alabama, nos EUA.

A polícia de Birmingham, no estado do Alabama, Estados Unidos, decidiu “entrar no time” dos jovens jogadores de futebol da cidade.

Os policiais saíram em defesa das crianças depois de receber várias ligações para interromper a partida na propriedade de uma empresa de equipamentos para tratores. Em vez de acabar com a brincadeira, os policiais decidiram relaxar e entrar no jogo.

O policial Jordan Burke filmou a partida improvisada e postou o vídeo no Facebook.

“Por favor, não liguem mais para a polícia para dizer às crianças que parem de jogar na rua”, Burke escreveu na legenda. “O resultado será sempre este.”

O vídeo se tornou viral.

Por favor, não liguem mais para a polícia para dizer às crianças que parem de jogar na rua. O resultado será sempre este. A partida de futebol que se seguiu foi intensa. Infelizmente, meu time perdeu. Mas meu parceiro e eu ganhamos os apelidos de “Woody” e “Buzz”. Aparentemente, correr com toda esta parafernália faz parecer que tenho uma cobra em minhas botas.

Burke disse que o Departamento de Polícia de Birmingham recebe regularmente ligações de um morador local que exige que a polícia faça com que as crianças, com idades de 6 a 10 anos, saiam do campo.

Mas o policial, de 25 anos, se recusou a fazer isso, dizendo que os funcionários da empresa de equipamentos para tratores não se importam que a área seja utilizada como campo de futebol improvisado.

Ele também quer promover boas relações entre a polícia e as crianças da região.

“Eles não têm um parque infantil aqui, e o parque mais próximo é perto da escola de segundo grau, que fica a algumas milhas de distância. A caminhada é muito longa para esses jovens rapazes”, Burke disse à WBRC, estação local da rede de TV Fox. “Eticamente, não posso dizer às crianças para parar de jogar.”

Eles não têm “muito o que fazer por lá”, Burke disse ao Al.com. “Há uma grande quantidade de edifícios velhos, e eu prefiro que eles joguem futebol num estacionamento do que em um prédio velho.”

ChuyCardenas, que está na sexta série, disse que ele e seus amigos gostam dos seus adversários, que agora aparecem para jogar futebol sempre que o volume de chamadas está baixo.

“É realmente legal, porque eles jogam com a gente e conversam conosco para que sejamos bons”, acrescentou Alejendro Martinez, de 10 anos.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Como as redes sociais na Índia ajudaram uma garotinha perdida em 20 minutos

- Trigêmeos e coletores de lixo têm a amizade mais linda que você já viu

- Empresário usa horário do almoço para ensinar moradora de rua a ler

Também no HuffPost Brasil:

Close
One Young World 2015: 21 jovens que lutam por um mundo melhor
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção