Huffpost Brazil
Aubrey Allegretti Headshot

Os eleitores que votaram pela saída da UE e depois se arrependeram

Publicado: Atualizado:
BREXIT VOTERS
Muitos eleitores que votaram pela saída do Reino Unido da UE agora se sentem culpados | JOHN MACDOUGALL via Getty Images
Imprimir

O referendo que definiu a saída do Reino Unido da União Europeia dividiu o país. A diferença entre os dois lados foi inferior a dois pontos percentuais: 51,89% votaram por sair ante 48,11% que queriam ficar no bloco.

Quando os resultados foram anunciados, alguns especialistas se perguntaram se haveria eleitores arrependidos por votar na Brexit, ou então que tivessem votado contra a UE como forma de protesto e ficaram surpresos quando viram que sua escolha foi a vencedora.

Realmente, realmente queria saber a % dos eleitores pró-saída que estão arrependidos hoje e aqueles que achavam que era um voto de protesto que não se tornaria realidade

Inevitavelmente, logo depois de David Cameron admitir a derrota na votação histórica e anunciar sua renúncia, começaram a aparecer os primeiros relatos de eleitores que queriam voltar atrás.

Alguns se disseram enganados por supostas “inverdades” da campanha. Outros afirmaram ter votado pela saída da UE, mas não esperavam que o movimento saísse vitorioso no final das contas.

Eis o que disseram alguns eleitores arrependidos:

1. Adam

‘Adam’ disse em rede nacional de TV que não achava que seu voto fosse importar tanto assim e que estava começando a se arrepender.

Entrevistado pela BBC, Adam foi apresentado como eleitor anti-UE. Questionado sobre sua opinião em relação ao resultado, ele disse: “Estou meio chocado, para falar a verdade. Estou chocado que tenhamos votado pela saída, não achei que fosse acontecer.”

“Não achava que meu voto fosse importar muito, porque achei que simplesmente iríamos ficar. A renúncia de David Cameron me chocou, e o período de incerteza vai ser magnificado, então, sim, estou bastante preocupado.”

2. Passageira e sua família

Uma mulher entrevistada no aeroporto disse que, se pudesse fazer “uma coisa”, seria “voltar à seção eleitoral e votar pela permanência”.

Falando cerca de 12 horas depois do anúncio da vitória da Brexit, ela afirmou: “Hoje de manhã a ficha está caindo e o arrependimento começa a aparecer. Realmente saímos da UE.”

Ela acrescentou que a maioria de seus parentes votou pela saída, mas vários também já estavam arrependidos.

“[Estamos] muito decepcionados”, disse a mulher ao programa 5News. “A família inteira, apesar de termos votado pela saída, está arrependida hoje.”

3. Susan

Com a voz embargada, uma mulher se disse um pouco “nauseada” e tinha “um nó na garganta” depois de ter votado pela Brexit.

Susan, que participou pelo telefone de um programa de rádio da BBC, acusou os líderes da campanha da Brexit de “ludibriá-la” com a promessa de investir na saúde pública os 350 milhões de libras que o Reino Unido repassa semanalmente à UE.

A mulher defendeu a realização de um segundo referendo.

“Me sinto meio nauseada”, disse ela. “Essa mentira enorme, esses 350 milhões de libras por dia que disseram que vão para a saúde pública. Estamos sendo ludibriados e precisamos de outro referendo.”

4. Khembe

Uma usuária do Twitter, Khembe Gibbons, se manifestou depois de votar pela Brexit.

Ela disse se sentir enganada e que o voto foi “seu maior arrependimento”.

Khembe afirmou sentir que seu voto “foi roubado”.

Votei pela saída acreditando nessas mentiras e é meu maior arrependimento. Sinto que roubaram meu voto.

5. Tom

Outro eleitor revelou nas redes sociais estar arrependido com sua escolha.

Urm I think I kinda regret my vote, I had no real reason to pick what I did!!

— Tom Walker (@thomaswalker93) June 24, 2016

Tom Walker postou: “Acho que estou meio arrependido do meu voto. Não tinha por que votar como votei!”

6. Matt

Matt Stephens, um contador de 30 anos, disse no Twitter que ele e a mulher se arrependeram de votar pela saída da UE.

Ele afirmou que eles apoiaram a Brexit para que “o establishment político prestasse atenção” – mas que agora sentiam uma “pontinha de culpa”.

E essas seis pessoas não são as únicas. Louisa Compton, da BBC, disse que muitos eleitores de Manchester aparecendo num programa de TV local acordaram pensando: “O que foi que eu fiz?”

brexit

A decisão dos britânicos de abandonar a UE causou abalos no mundo todo.

O ex-primeiro-ministro Tony Blair especulou que muitos dos que votaram ontem consideravam o referendo um voto de protesto.

“Muita gente que votou pela saída via isso como um voto de protesto. Temo que não era. Era um voto de decisão.” Tony Blair

Também houve críticas contra as pessoas que se disseram arrependidas de seus votos.

Como você pode tratar um voto tão importante de maneira tão leviana e se arrepender horas depois?

As pessoas que votaram pela saída e agora estão “arrependidas” porque “não achavam que ia acontecer” deveriam perder para sempre o direito de votar...

Não venha me dizer que “se arrepende do seu voto”. Você é um ser humano crescido que acha que democracia é brincadeira – agora aguente as consequências.

Slogan da Brexit: Vote primeiro, arrependa-se depois.

A vitória da Brexit já teve um resultado imediato. Com a desvalorização da libra, o Reino Unido foi ultrapassado pela França como a quinta maior economia do mundo.

Em questão de minutos, as empresas listadas na Bolsa de Valores de Londres perderam 122 bilhões de libras em valor de mercado. O índice FTSE caiu mais de 8% logo depois da abertura do mercado.

A libra caiu para o menor valor desde 1985, mas depois recuperou um pouco das perdas e fechou o dia com o valor mais baixo em sete anos.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost UK e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- A União Europeia perdeu o Reino Unido, mas a galera não perde a piada

- Explicando Brexit: Se Donald Trump aprovou é porque NÃO é bom

- Depois do referendo, londrinos pedem uma capital independente

Também no HuffPost Brasil

Close
Reino Unido deixa União Europeia
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção