Huffpost Brazil

J.K. Rowling sobre Reino Unido fora da UE: 'Acho que nunca quis tanto mágica'

Publicado: Atualizado:
JK ROWLING
David Moir / Reuters
Imprimir

A escritora britânica J.K. Rowling, 50, não está nada, mas nada contente com a saída do Reino Unido da União Europeia.

Autora da série literária de fantasia Harry Potter, ela recebeu a seguinte mensagem de uma fã: "Faça alguma coisa". E Rowling respondeu com um desejo honesto e tocante:

"Acho que nunca quis tanto [que existisse] mágica."

Faisal Islam, editor de política da SkyNews, escreveu na rede social durante a madrugada desta sexta-feira (24): "Parece quase certo que a Escócia votou para permanecer e a Inglaterra (e o País de Gales) para sair".

Angharad Cole entrou na conversa de Islam e marcou Rowling: "Lamento mais pela Escócia. O resto de nós acabou de tornar a vida mais difícil para todo o Reino Unido. Estou desapontada".

Jo os respondeu:

"A Escócia vai querer a independência agora. O legado de Cameron será a quebra duas uniões. Nenhum delas precisaram acontecer."

Ainda indignada, ao ler a notícia da agência AFP que diz "URGENTE: Chefes da UE dizem que a Grã-Bretanha deve iniciar o processo de saída 'o mais rápido possível'."

A escritora cravou:

"Os apoiadores da saída são como o homem traidor chocado por não poder ficar no mesmo lugar por dois anos enquanto ele se resolve."

A colunista do Guardian Marina Hyde ironizou uma fala do parlamentar Nigel Farage, do Partido da Independência do Reino Unido: "Farage enfatiza que '[esta é] a vitória das pessoas comuns e decentes'. Os que apoiam o permanecimento são extraordinariamente indecentes".

Rowling cravou:

"Tenho orgulho de fazer parte da minoria indecente."

Pelo visto, para pessoas cujo posicionamento político é progressista e libertário, como a escritora, a vitória da saída do Reino Unido da UE não é nada bacana: porque se alguém como Donald Trump o chamou de "incrível", com certeza coisa boa não é.

LEIA MAIS:

- Saída do Reino Unido da UE pode afetar 'Game of Thrones' e outras séries

- Explicando Brexit: Se Donald Trump aprovou é porque NÃO é bom

- Ninguém acreditava que o Brexit realmente aconteceria

Também no HuffPost Brasil:

Close
Reino Unido deixa União Europeia
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção