Huffpost Brazil

Cidade da Nova Zelândia oferece mais de 1.000 empregos com salário inicial de R$ 10 mil por mês e não tem nenhum candidato

Publicado: Atualizado:
KAITANGATA NOVA ZELANDIA
Paisagem de Kaitangata | Google Maps
Imprimir

Enquanto no Brasil o desemprego atinge 11,4 milhões de brasileiros, uma pequena cidade da Nova Zelândia está desesperada para encontrar interessados em uma de suas milhares de vagas ociosas.

Kaitangata fica ao Sul da ilha, na região de Clutha, e tem apenas 800 residentes. Ao The Guardian, o prefeito Bryan Cadogan conta que a cidade tem mais de 1.000 vagas sobrando e que os próprios moradores não comportam a demanda.

"Quando eu estava desempregado com uma família para alimentar, Clutha me acolheu e me deu uma chance para recomeçar, e agora nós queremos oferecer esta mesma oportunidade para outras famílias", disse.

Cadogan afirma ainda que a cidade oferece "centenas de centenas de empregos" com salários iniciais de cerca de 50 mil dólares neozelandeses ao ano, ou cerca de R$ 115.415 anuais (ou quase R$ 10 mil mensais), de acordo com a BBC.

"Temos uma cidade igual antigamente, nós não trancamos nossas casas, deixamos as crianças correrem livres. Temos empregos, temos casas, mas não temos pessoas. Nós queremos fazer esta cidade vibrar novamente", apelou o fazendeiro Evan Dick.

"A crise imobiliária da Nova Zelândia acabou com o sonho de muitos que queriam morar na ilha, mas em Kaitangata, esse sonho continua possível."

LEIA MAIS:

- Nova Zelândia: Emprego 'perfeito' tem salário de R$ 88 mil, três meses de férias e nenhum candidato

- Quem não trabalha e nem procura emprego tem mais chances de ter depressão, diz pesquisa

Também no HuffPost Brasil

Close
Países com os maiores salários mínimos
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção