Huffpost Brazil

Governo Temer é bom ou ótimo para 13%, aponta pesquisa Ibope

Publicado: Atualizado:
Imprimir

michel temer

Na avaliação da população brasileira, o governo do presidente em exercício, Michel Temer, tem um desempenho melhor do que o da presidente afastada, Dilma Rousseff, de acordo com pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta sexta-feira.

Dos entrevistados, 13% avaliam o governo Temer como bom ou ótimo, 31% aprovam sua maneira de governar e 27% confiam no presidente. Em março deste ano, 10% classificavam como bom ou ótimo o governo Dilma, 14% aprovavam a maneira de governar da petista e 18% confiavam na presidente.

Para 13%, a gestão do peemedebista é ótima ou boa, 36% avaliam como regular e 39% como ruim ou péssima. Não souberam ou não responderam 13%.

Em comparação ao governo Dilma, 23% avaliam que está melhor, 44% igual, 25% pior e 8% não responderam.

Os dados foram coletados entre 24 e 27 de junho, e a sondagem tem dois pontos percentuais de margem de erro para mais ou para menos e grau de confiança de 95%.

Em relação ao noticiário, para 18% as notícias do atual governo são favoráveis, em comparação a 10% na gestão petista. Já 40% consideram desfavoráveis, diante de 76% na época de Dilma. Consideram "nem favoráveis nem desfavoráveis" 25%, frente a 9% no governo anterior. Não responderam 17%, comparados a 5% antes.

Entre as notícias lembradas pela população, 7% citaram afastamento de ministros do governo por denúncias de corrupção, 6% operação Lava Jato, 3% a cassação do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), junto com corrupção no governo (sem especificar) e novos planos ou medidas da gestão Temer.

temer pesquisa

Em seguida, com 2%, aparecem manifestações contra a gestão do PMDB, junto com protestos contra a corrupção, posse de Temer e novos ministérios e redução da quantidade de pastas na Esplanada. Na mesma faixa de percentual de citações, estão ainda inflação e impeachment de Temer.

A perspectiva em relação ao futuro do governo é melhor na gestão atual, mas permanece baixa. Para 24% a expectativa é boa ou ótima, 32% avaliam como regular e 25% como ruim. Não responderam 9%. No governo Dilma, 13% tinham perspectiva positiva, 36% regular e 39% negativa. Não responderam 13%.

Áreas de atuação
michel temer

Quanto às áreas de atuação do atual governo, meio ambiente tem maior índice de aprovação, com 33%, seguido por educação (30%) e combate à pobreza e à fome (30%). Os índices de reprovação desses setores são, respectivamente, 55%, 64% e 63%.

Em seguida, 29% aprovam a atuação quanto a inflação, enquanto 64% desaprovam. Para 27% o combate ao desemprego é positivo, enquanto 67% avaliam como negativo. Segurança pública é aprovada por 23% e reprovada por 73%. Já saúde tem o aval de 22% e desaprovação de 73%. No fim da lista, impostos têm aprovação de 17% e reprovação de 77% e taxa de juros é bem avaliada por 16% e mal avaliada por 76%.

Ausência de pesquisas

Esta é a primeira pesquisa CNI/Ibope desde que Temer assumiu o Planalto, após o afastamento de Dilma. Ao longo do segundo mandato da petista, interrompido em 12 de maio passado, foram dez pesquisas Datafolha e cinco Ibope. Praticamente uma sondagem divulgada por mês.

Perfil dos entrevistados

Brasileiros com 55 anos ou mais são os que mais aprovam a maneira de governar de Temer (35%). A aprovação também é maior entre os com educação superior (36%). Já a região Nordeste é onde o peemedebista é menos popular.

Para 44% dos residentes nordestinos, o governo é ruim ou péssimo, 72% não confiam no presidente em exercício e 63% desaprovam a maneira de governar.

Também no HuffPost Brasil

Close
Os ministros de Temer
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção