Huffpost Brazil

Após agressões, ex de Luiza Brunet está proibido de se aproximar dela, diz MP

Publicado: Atualizado:
LUIZA BRUNET
Luiza Brunet acusa Lírio Albino de agressão | Fernanda Calfat via Getty Images
Imprimir

O Ministério Público de São Paulo emitiu pedidos de medidas protetivas para Luiza Brunet contra o ex-companheiro da atriz, o empresário Lírio Albino Parisotto. O pedido foi aceito pela Justiça e Parisotto fica proibido de se aproximar de Luiza Brunet e de manter contato com ela por qualquer meio, de acordo com informações do G1.

Segundo o MP, Luiza registrou queixa no Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (GEVID). Ela afirma ser vítima de violência doméstica. O promotor de Justiça responsável pela investigação do caso, Carlos Bruno Gaya da Costa, pediu exames de corpo de delito. O processo está em segredo de Justiça.

Em entrevista à coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo, Brunet contou que Parisotto iniciou uma série de agressões verbais e, em seguida, deu um soco em seu olho, além de chutes em seu corpo. De acordo com o relato, o empresário também imobilizou Luiza e quebrou quatro de suas costelas.

As agressões só acabaram quando a modelo ameaçou gritar pelo concierge do hotel em que estavam hospedados em Nova York. Luiza afirma que conseguiu escapar porque se trancou no quarto até a manhã do dia seguinte, quando retornou ao Brasil.

Por meio de nota, Parisotto afirmou que "lamenta versões distorcidas" e disse que elas serão esclarecidas "nas esferas legais". Em sua conta do Instagram, o empresário também postou uma mensagem.

"Amigos, peço um pouco de paciência a respeito de algumas informações que estão circulando nas diversas mídias. Nunca na vida agredi homem, muito menos mulher que respeito muito, quem me conhece sabe. Isto não me tira o direito de me defender de tentativas de agressão através de tapas, chutes, mordidas, unhadas etc. Tento me defender através da imobilização. Se o caso for para a justiça será lá que será esclarecida a verdade. (...) "

LEIA MAIS:

- Luiza Brunet denuncia agressão de ex-namorado, Lírio Parisotto

- Você está fazendo todas as perguntas ERRADAS sobre o caso Amber Heard e Johnny Depp

- 'O agressor dorme no homem comum'. Saiba quem são os homens enquadrados na Lei Maria da Penha

Também no HuffPost Brasil

Close
17 tuítes sobre como a violência psicológica pode machucar
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção