Huffpost Brazil

13 coisas que só quem é do Rio vai saber

Publicado: Atualizado:
PIZZA KETCHUP
iStockphoto
Imprimir

Pronto para virar carioca da gema? Listamos gírias, points, petiscos, curiosidades e segredos que só um local conhece

Que o Cristo Redentor está no alto do Corcovado e as calçadas de pedras portuguesas mais famosas do mundo estão em Copacabana todo mundo sabe. Mas o que você e o mundo gostariam mesmo de saber sobre a cidade maravilhosa é aquela dica, aquele segredinho que só um local pode oferecer. Chegou a hora. Listamos os points, expressões, comidinhas e hábitos que a gente não tinha dividido com mais ninguém até então.

1. "Chorinho"
Não, não estamos falando daquele gênero instrumental delicioso que surgiu no Rio no século XIX pelas mãos e mente de Joaquim Callado. Choro é aquela dose extra de bebida que sempre pedimos ao barman, ao garçom, ao vendedor de mate na praia… “Coé, parceiro, aquele chorinho, rola?”. Pode pedir o seu, vai que cola? (Na maioria das vezes rola sim!).

2. "Que posto?"
Aliás, carioca não vai à praia. Vai ao “posto”. Explicamos: na hora de dizer em que pedaço de areia, ninguém se refere a Ipanema, Copacabana ou Leblon. Nós dizemos que vamos estar “no 9”, “no 6” ou “no 12”, por exemplo.

3. Explore outras praias
A orla do Rio é aquele cartão-postal, com praias de tirar o fôlego, mas a maioria dos visitantes se limitam às óbvias. Que tal ir além do basicão e conhecer as faixas de areia da zona oeste? Reserva, Prainha, Grumari, Macumba, Praia do Secreto… Todo carioca sabe que não faltam opções lindas, mais reservadas e vazias, com uma natureza ainda quase intacta se comparada às da zona sul, sempre lotadas de turistas.

4. Ilhas (quase) secretas
Elas já foram menos badaladas, mas agora o passeio virou moda entre os praticantes de stand up paddle. No posto 2, a partir do comecinho da praia da Barra, são 45 minutos remando para chegar ao arquipélago das Tijucas, onde a água cristalina, peixes e até tartarugas marinhas são atração. Por essa você não esperava, hein?

5. "Irado!"
Muito legal. Maneiríssimo. É a palavra que usamos para classificar algo que é sensacional, mas o vocabulário comum não dá conta de definir. (Como visitar ilhas secretas!) "É iraaado", com ênfase no a!

6. "Tá caído?"
Pode-se dizer que caído é o contrário de irado. Sabe aquela festa em que ninguém apareceu? Ou aquele evento deu uma galera estranha e você quer evitar que seus amigos entrem na mesma furada? Liga e avisa: "tá caídaço!"

7. "Night"
Parece básico, mas é o jeito que encontramos para definir os agitos noturnos pelos quais a cidade é famosa. Esqueça "balada" porque isso é coisa de paulista. No DDD 021 é night, em inglês mesmo. Ou, no máximo, "noitada"!

Uma foto publicada por Veja Rio (@vejario) em


8. Bom de bar
Falando nisso, nem só de Leblon, Gávea, Copacabana e Lapa vive a cena boêmia carioca. Nos últimos anos, o bairro de Botafogo despontou como polo noturno, com opções que agradam desde os fãs de pés-limpos, os botecos mais arrumadinhos, até os de endereços mais alternativos. Um point repleto de bares e gastropubs fica nos arredores da Cobal e da Rua Capitão Salomão. A área queridinha da turma descolada está na saída da estação do metrô, onde começa o Baixo Botafogo, cheio de bares especializados em cervejas.

9. "0800"
Não estamos falando de ligação telefônica, mas basicamente de toda e qualquer coisa gratuita que houver. O carioca usa 0800 para tudo que é de graça. (Já viu nossas sugestões de programas gratuitos?)
"- Qual é a boa do fim de semana? Vai chegar no churrasco daquele seu amigo?
- Só se for 0800!"
Ou então…
"- Tá rolando um festival maneiríssimo no Arpoador. DJ, musiquinha… 0800!"

10. "Parada"
Palavra mais versátil não há. Qualquer coisa pode ser definida como “parada” - aliás, parada significa coisa. “Tenho uma parada pra te falar!” / “Bora marcar alguma parada!”

11. O veneno da lata
Parada irada mesmo é essa. Quem ainda não conhece tem que provar. Veneno da lata é o apelido da invenção do carioca Luiz Quinderé, o Brownie do Luiz: um daqueles quitutes que ganharam um espaço especial nas prateleiras e no estômago dos cariocas. Ele é, na verdade, uma lata recheada com as bordas da massa do brownie. Luiz começou fazendo a guloseima para o lanche quando ainda era estudante. Há três anos, ganhou loja em Laranjeiras e hoje ela é vendida até nos aeroportos da cidade. Rumo ao nível Biscoito Globo de carioquice.

12. Ketchup na pizza? Sim!
Carioca que é carioca põe ketchup na redonda, seja ela das filiais das redes cariocas ou das paulistanas. É hábito, é gostoso, e é muito carioca.

13. "Partiu!"
Para indicar que está indo embora, para convocar alguém para algum programa, para fazer a galera se mover: “partiu!” serve para isso tudo.

Uma foto publicada por Veja Rio (@vejario) em

Vamos continuar desvendando os principais segredos do Rio de Janeiro na seção 100% Carioca com PayPal. Partiu?