Huffpost Brazil

Por que a escritora Chimamanda Ngozi Adichie teve um filho, mas ninguém ficou sabendo

Publicado: Atualizado:
CHIMAMANDA
Escritora nigeriana não revelou gravidez à imprensa | Leigh Vogel via Getty Images
Imprimir

A escritora nigeriana e feminista Chimamanda Ngozi Adichie recentemente deu a luz a uma menininha. Mas pouco se ouviu falar sobre isso.

Na realidade, a notícia veio a público por acaso. Durante uma entrevista ao Financial Times, a autora recusou bebidas alcoólicas e argumentou que estava em período de amamentação.

A notícia surpreendeu os entrevistadores, que questionaram o motivo pelo qual ela manteve o fato em segredo. Mais uma vez, Chimamanda tinha uma resposta lacradora:

"Eu tenho alguns amigos que provavelmente não sabem que eu estava grávida ou que eu tive um filho. Eu me sinto como se vivêssemos numa época em que cabe às mulheres interpretar a gestação. Por outro lado, nós não esperamos que os pais interpretem a paternidade. Fui para um esconderijo, quis esse momento o mais pessoal possível."

O argumento da autora nigeriana pode incomodar a muitos. Sobretudo, porque vivemos em uma época em que as redes sociais criam a falsa ilusão de que todo mundo sabe tudo sobre todo mundo.

Ela também levanta um ponto importante sobre o que é esperado dos pais e das mães, justamente em um momento em que se discute sobre a relação das mulheres com a maternidade.

Mas a atitude de Chimamanda em não tornar a sua gravidez e o seu pós-parto em mais uma "pauta pública" não surpreende e inspira. Para ela, nos últimos tempos, a gravidez se tornou algo "performático" e, simplesmente, se recusa a fazer esse papel.

Afinal, porque sempre a gravidez é tão importante para além de outras coisas que uma mulher faz e, com um homem, que também será pai, essa obrigatoriedade não acontece?

Autora dos sensacionais livros Americanah, Hibisco Roxo, Meio Sol Amarelo e Sejamos Todos Feministas, adaptação deste discurso incrível feito no TEDx Euston.

Ela também foi quem influenciou Beyoncé a participar mais ativamente do movimento feminista. Em uma versão de Flawless, inclusive, há um trecho do discurso de Chimamanda. Ouça aqui

Ela não cansa de ser inspiradora! <3

LEIA MAIS:

- Faxineira é demitida por ser mãe solteira: 'Não posso aceitar esse tipo de gente na minha casa'

- Aos 29 anos, sem filhos, acabei de ligar minhas trompas

- Nicole Kidman abre o jogo sobre a maternidade: É impossível ser perfeita

VEJA MAIS NO HUFFPOST BRASIL:

Close
#LeiaMulheres: 23 livros escritos por mulheres
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção