Huffpost Brazil

Após cirurgia, PC Siqueira fala sobre o estrabismo: 'Sinto muito se a sua graça é o defeito de outra pessoa'

Publicado: Atualizado:
PC SIQUEIRA
Reprodução/Youtube
Imprimir

O youtuber PC Siqueira publicou um vídeo no seu canal maspoxavida em que faz um desabafo pessoal e dá um recado importante: porque as pessoas precisam ser sempre rotuladas a partir de suas características físicas?

"A partir de hoje esse sou eu. Quer dizer, esse sempre fui eu. Mas agora não vai dar para eu ser conhecido como PC, o cara que é vesgo. Talvez PC, o cara que é ex-vesgo. Mas uma hora vocês vão esquecer isso, tenho certeza."

Depois de trinta anos convivendo com o estrabismo diariamente, ele resolveu fazer a cirurgia de correção e não se sente arrependido. Para ele, ser estrábico tem um impacto econômico e social na vida da pessoa, para além das piadas e do bullying pessoal.

"Eu sinto muito se para você a graça é um defeito de uma outra pessoa. Eu só posso lamentar. Agora ou você vai me achar sem graça de uma vez por todas ou você vai ter que achar graça de qualquer outra coisa que eu fizer. As pessoas estrábicas são consideradas feias, menos capacitadas, menos inteligentes. Isso dificulta arranjar emprego e se relacionar com outras pessoas. Por isso que a cirurgia de correção do estrabismo não é só estética, mas tem um impacto social e econômico."

PC contou que a decisão não foi muito planejada. Em uma conversa com o irmão, ele decidiu que iria fazer o procedimento e refletiu sobre o porquê de ainda não ter feito.

"Em vários momentos da minha vida eu disse que eu não iria fazer a cirurgia, porque eu achei que isso seria uma coisa para os outros. Eu queria provar para os outros que eu conseguia fazer as coisas mesmo não precisando estar no padrão de beleza das outras pessoas. E eu consegui. Olha só meu canal do YouTube. Faz 6 anos que eu estou nisso. Mas esse ano eu fiz 30 anos e percebi que eu não devo nada a ninguém."

Ele ainda está em recuperação - a cirurgia foi feita há um mês. Nesse período, ele compartilhou que já sente impactos positivos da mudança, como a melhoria de sua autoconfiança: "Me sinto mais seguro para falar com as pessoas olhando elas nos olhos. Isso tinha um impacto na minha vida que eu não sabia que era tão forte."

"Eu cheguei a um ponto que eu achava que fazia parte da minha vida ser zoado. É claro que brincadeiras fazem parte da vida. Mas você dormir e acordar com alguém tirando onda de um defeito que tá na tua cara é um impacto psicológico brutal. Eu só percebi o quanto isso me afetava quando eu acordei da cirurgia e vi que as pessoas até me tratavam diferente. E ser tratado diferente eu quero dizer ser tratado igual a todo mundo, o que é diferente para uma pessoa que sempre foi tratada de forma diferente."

Nas redes sociais, o usuários apoiaram a decisão do apresentador. O vídeo já possui mais de 1,3 milhões de visualizações.

LEIA MAIS:

- Alicia Keys decide não usar mais maquiagem: 'Não quero cobrir mais meu rosto, nem meu crescimento emocional'

- Pare de perguntar o que aconteceu com o rosto de Lil' Kim. Você já sabe

- Clarice Falcão: 'O padrão é a gente sofrer muito com padrão' (VÍDEO)

Também no HuffPost Brasil

Close
Forbes: 'Youtubers' mais bem pagos
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção