Huffpost Brazil

Em seu último dia de quimioterapia, ela recebeu 500 flores do marido

Publicado: Atualizado:
ALISSA
Reprodução/Facebook
Imprimir

Quem acompanha a rotina de um paciente em tratamento de câncer pode imaginar quão esperada é a última sessão de quimioterapia.

Brad Bousquet acompanhou sua esposa Alissa durante todo o tratamento do câncer de mama e quando a etapa final chegou, ele quis surpreendê-la de uma forma especial. Ele a presenteou não com um buquê, mas com 500 unidades de rosas coloridas!

Bousquet publicou o vídeo de sua homenagem no YouTube e explicou a sua motivação:

"Hoje foi o último tratamento de quimioterapia da minha esposa. Ela me surpreendeu com sua força, coragem e atitude positiva durante tudo isso. Ela ainda tem algumas cirurgias pela frente, mas completar o ciclo da quimioterapia é um grande marco em sua jornada. Eu queria fazer algo especial durante este último tratamento para comemorar o fim de sua quimioterapia e para mostrar-lhe o tremendo amor e apoio que ela tem de seus amigos e familiares."

Mas não foi só isso. A ideia dele era também conseguir realizar uma doação em nome da esposa para o Instituto de Pesquisa de Câncer de Mama de sua cidade, Oakland, em Nebraska.

Para isso, Bousquet enviou mensagens para vários amigos e familiares de Alissa e pediu ajuda para conseguir comprar as rosas. Em parceria com a floricultura local, cada flor foi vendida por $10 dólares - parte do valor seria para a compra e o restante foi doado para o Instituto.

"Fiquei espantado quando os pedidos começaram a acontecer. Rapidamente vendemos 100 rosas, em seguida, 300, em seguida, 400. Quando chegou a 500 rosas eu disse a floricultura para parar de encomendar as flores e deixe todos os pedidos restantes irem inteiramente para a doação de Susan G. Komen, da pesquisa do câncer. Foram mais de 170 famílias que compraram as flores e acabamos levantando mais de $4.500 dólares para o Instituto."

No dia da homenagem, outra surpresa: Bousquet resolveu distribuir as 500 unidades pelo hospital e emocionou os outros pacientes em tratamento.

"A alegria de partilhar estas rosas com os outros pacientes de câncer foi uma das minhas partes favoritas. Muitos choraram à medida em que liam o cartão que escrevi para eles."

LEIA MAIS:

- Uma garota de 12 anos arrecadou livros e fez uma biblioteca comunitária no sertão baiano

- Ex-morador de rua, Denis fez uma vaquinha para estudar Medicina no Canadá - e se surpreendeu

- Ele ofereceu ajuda para carregar algumas compras e foi surpreendido pela solidariedade!

Também no HuffPost Brasil

Close
10 boas notícias sobre o câncer de mama
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção