Huffpost Brazil

Pixuleco vira caso de Justiça: STF quer investigação sobre bonecos de Janot e Lewandowski

Publicado: Atualizado:
Imprimir

O Supremo Tribunal Federal pediu à Polícia Federal para investigar quem são autores dos pixulecos do procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, e do presidente da Corte, Ricardo Lewandowski. Os bonecos, que circularam em uma manifestação na Avenida Paulista no dia 19 de junho, foram considerados uma “grave ameaça à ordem pública e inaceitável atentado à credibilidade”.

De acordo com a Folha de S.Paulo, o documento foi assinado pelo secretário de Segurança do Supremo, Murilo Herz. Segundo o texto, os bonecos ultrapassam a liberdade de expressão.

"Configuram, ademais, intolerável atentado à honra do Chefe desse Poder e, em consequência, à própria dignidade da Justiça Brasileira, extrapolando, em muito, a liberdade de expressão que o texto constitucional garante a todos os cidadãos, quando mais não seja, por consubstanciarem em tese, incitação à prática de crimes e à insubordinação em face de duas das mais altas autoridades do país”, diz trecho do documento, segundo a Folha.

Os bonecos foram chamados de Enganô e Petralosvki, À Folha, Carla Zambellu Salgado, apontada como suposta líder da manifestação, afirmou que os pixulecos "são charges em terceira dimensão e o Supremo deveria tomar isso como uma crítica construtiva”.

LEIA TAMBÉM:

- Rio 2016: Não vai faltar segurança, não tem risco de terrorismo, diz ministro

- Em carta, Dilma diz que Brasil 'não merece nova ruptura democrática'

- Lava Jato: Madrinha da bateria recebeu R$ 61,7 mil desviados pelo PT

Mais no HuffPost Brasil:

Close
Manifestação contra Michel Temer
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção