Huffpost Brazil

David Cameron deixa a residência oficial, mas gato Larry fica!

Publicado: Atualizado:
LARRY CAT
OLI SCARFF via Getty Images
Imprimir

Em meio ao referendo, Brexit e troca de primeiro-ministro no Reino Unido, um personagem da política do bloco permanece imune à todas essas incertezas: Larry, um gato que vive no emblemático endereço 10 Downing Street.

"O gato é um servidor do governo e não pertence aos Camerons. Ele fica", disse um porta-voz. Antes de prestar serviços para o governo, Larry vivia no abrigo Battersea Dogs & Cats Home.

A função de Larry é clara: ele é um caçador de ratos que, eventualmente, perturbem o sossego do primeiro-ministro do Reino Unido. Ele foi colocado no posto em 2011, após um grande rato preto que vivia - ou passava - pela residência oficial ter aparecido em uma transmissão ao vivo na TV.

Quem confirmou a notícia que Larry ficaria no posto foi um jornalista da BBC, por meio de sua conta no Twitter. O felino, aliás, também é ativo nas redes sociais, por meio de uma conta não oficial - mas muito engraçada!

"Alguém conhece um bom tosador de gatos? Preciso causar uma boa impressão em uma pessoa na quarta-feira."

Em tempo: Nesta quarta-feira (13) Theresa May, nova moradora da residência oficial chega lá. May irá se tornar a segunda mulher a ocupar o cargo de premiê no Reino Unido. A primeira foi a também conservadora Margaret Thatcher, uma das principais lideranças britânicas do século passado.

"Causa-me honra e humildade ter sido escolhida pelo Partido Conservador para me tornar sua líder", disse May, que foi a favor da permanência britânica na UE, mas deixou claro que não há volta no referendo de 23 de junho.

"Brexit (saída britânica da UE) significa Brexit, e faremos dele um sucesso."

(Com informações da Reuters)

Também no HuffPost Brasil

Close
Larry, o gato
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção