Huffpost Brazil

Theresa May assume como premiê do Reino Unido prometendo novo papel para país

Publicado: Atualizado:
THERESA MAY
Anadolu Agency via Getty Images
Imprimir

Theresa May assumiu o cargo de primeira-ministra do Reino Unido nesta quarta-feira (13) prometendo construir um futuro novo e ousado para seu país no mundo, enquanto inicia a tarefa monumental de separá-lo da União Europeia.

May, 59, tomou posse depois de uma audiência com a rainha Elizabeth e foi direto para a residência oficial de premiê, o número 10 de Downing Street, da qual David Cameron havia se retirado horas antes.

"Iremos nos colocar à altura do desafio. À medida que deixamos a União Europeia, iremos forjar um papel novo, ousado e positivo para nós mesmos no mundo, e iremos tornar o Reino Unido um país que trabalha não para uns poucos privilegiados, mas para cada um de nós", disse.

Cameron renunciou depois que os britânicos rejeitaram seus apelos e votaram no mês passado em um referendo pela desfiliação do país da UE, minando severamente os esforços europeus de criar uma unidade maior e gerando uma incerteza econômica em todo o bloco de 28 nações.

May precisa tentar limitar os estragos ao comércio e ao investimento britânicos enquanto renegocia os laços de seu país com seus agora 27 parceiros de união. Ela também irá tentar unir o Partido Conservador governista e uma nação fragmentada na qual muitas pessoas, diante do fato consumado do referendo, se sentem revoltadas com a elite política e deixadas para trás pelas forças da globalização.

Reconhecendo as dificuldades enfrentadas por muitos compatriotas, May declarou: "O governo que eu lidero será impulsionado não pelos interesses dos poucos privilegiados, mas pelos seus. Faremos tudo que pudermos para dar a vocês mais controle sobre suas vidas".

"Quando lidarmos com as grandes questões, não pensaremos nos poderosos, mas em vocês, quando aprovarmos novas leis não ouviremos os grandiosos, mas vocês, quando se tratar de impostos iremos priorizar não os abastados, mas vocês".

Na sua primeira nomeação como premiê, May indicou o ex-ministro do Exterior Philip Hammond como ministro das Finanças, em substituição a Goerge Osborne, que ocupava o cargo desde 2010.

Os Estados Unidos parabenizaram May e disseram estar confiantes em sua capacidade para conduzir o Reino Unido durante as negociações da separação da UE.

Uma foto oficial mostrou May fazendo reverência a uma sorridente rainha Elizabeth. May é a 13ª premiê do reinado de Elizabeth, que começou com Winston Churchill.

Ela também será a segunda mulher no posto desde Margaret Thatcher.

Líderes da UE, ansiosos para seguir adiante após o choque provocado pelo chamado Brexit, a saída britânica da UE, querem que May inicie os procedimentos formais de desfiliação o mais cedo possível para ajudar a resolver as incertezas.

Mas ela disse que o processo não deveria ser lançado antes do final do ano para que o país tenha tempo de elaborar sua estratégia de negociação.

Embora tenha sido favorável à permanência do Reino Unido na Europa, May tem declarado insistentemente que "Brexit significa Brexit" e que não deve haver nenhuma tentativa de reverter o desfecho do referendo.

LEIA TAMBÉM:

- O que você precisa saber sobre a nova premiê britânica

- Brexit só vale para humanos na Inglaterra: Sai Cameron, fica o gato Larry

- A nova Dama de Ferro? Theresa May deve se tornar nova premiê do Reino Unido

Também no HuffPost Brasil

Close
Larry, o gato
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção