Huffpost Brazil

Emmy 2016: Mulheres de 'Game of Thrones' se destacam em indicações

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Este texto pode conter SPOILERS de Game of Thrones.

As indicações ao Emmy anunciadas nesta quinta-feira (14) colocam em evidência como as mulheres de Game of Thrones simplesmente tem dominado a série.

Lena Headey, Emilia Clarke e Maisie Williams foram todas indicadas ao prêmio de melhor atriz coadjuvante em drama. Elas ocupam metade das indicações da categoria; o seriado, no total, lidera a disputa com 23 indicações.

Trata-se da terceira nomeação consecutiva de Headey (Cersei Lannister), a terceira de Clarke (Daenerys Targaryen) e a primeira de Williams (Arya Stark).

Não é a primeira vez que as mulheres arrebentam em indicações ao prêmio. Em 2015, Headey e Clarke apareceram na mesma categoria e Diana Rigg foi reconhecida como melhor atriz convidada em drama por sua recorrente – e afiada – performance como Lady Olenna Tyrell.

daenerys targaryen
Clarke (de azul) em cena como Daenerys

No decorrer da sexta temporada, exibida entre abril e junho deste ano, as personagens femininas tiveram ainda mais influência no desenrolar da trama, novos aspectos de suas personalidades foram apresentados e mostraram mais uma vez que são tão capazes e aptas de ocupar o trono dos Sete Reinos – posto violentamente disputado no seriado da HBO – quanto os homens.

cersei lannister
Cersei, vivida por Headey, ocupou o disputado trono – mas a briga por ele continua

Cersei perdeu o único filho que lhe restava e mandou pelos ares o Grande Septo de Baelor, sede do culto religioso que passou a controlar as Ilhas de Ferro tanto quanto sua família real e causou danos imensos ao seu orgulho quando teve de caminhar nua na cidade, enquanto era linchada pelo povo. Com o suicídio de seu caçula, assumiu o trono no lugar dele.

Daenerys, mais uma vez, conseguiu reverter todas as probabilidades de fracasso e concluiu a sexta temporada vitoriosa. Se livrou da prisão dos khalasar e reafirmou seu posto de rainha de Meereen ao atacar navios inimigos montada em seu dragão mais arisco, Drogon. Encerrou seu arco a caminho de Westeros, acompanhada de suas tropas aliadas.

Já Arya conseguiu sobreviver ao ataque da Criança Abandonada (Faye Marsay), que a surpreendeu com um esfaqueamento, rejeitou definitivamente a sociedade dos Homens sem Rosto e vingou sua família assassinando Walder Frey (David Bradley).

Estes são apenas alguns dos acontecimentos brilhantes que marcaram a temporada e o arco das personagens nela.

Ver as atrizes todas reconhecidas no principal prêmio da TV neste ano não é apenas brindar as habilidades de três profissionais competentes. É ver se consolidar o processo de amadurecimento de Game of Thrones para se redimir com as mulheres.

A série foi duramente criticada em 2015 pela quantidade de nudez feminina e violências que as mulheres sofrem na história. Entretanto, parece que agora os produtores estão mais atentos às possibilidades de serem machistas, mesmo que não tenham a intenção de ser.

Parabéns, meninas. Vocês arrasaram mesmo.

arya stark
Williams interpreta Arya Stark. Ninguém pode parar esta garota

A cerimônia de entrega dos prêmios acontece em 18 de setembro, no Microsoft Theater, em Los Angeles. Veja no G1 as indicações.

LEIA MAIS:

- Marvel e Fox unem superpoderes para produzir nova série do universo 'X-Men'

- Por que compartilhar senha da Netflix foi comparado a crime nos EUA

- Kid Flash, da série 'The Flash', é o super-herói negro que nós queremos!

Também no HuffPost Brasil:

Close
Se os personagens de 'Friends' estivessem em 'Game of Thrones', seria mais ou menos assim
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção