Huffpost Brazil

'Harry Potter': J.K. Rowling escreve por que a família Dursley odiava tanto o bruxo

Publicado: Atualizado:
HARRY POTTER AND THE SORCERERS STONE
O protagonista e a família Dursley em cena do filme 'Harry Potter e a Pedra Filosofal' (2001) | Warner Bros.
Imprimir

J.K. Rowling explicou em novo escrito para o Pottermore por que a família Dursley, que adotou o protagonista da série literária Harry Potter, o odiava tanto.

No texto publicado na última quarta-feira (13), a escritora britânica explica muitos acontecimentos anteriores à chegada de Harry na casa dos Dursley.

O bruxo, na ocasião, era um bebê apenas um ano de idade; seus pais, Lilian (Lily, em inglês) e Tiago (James) Potter, haviam sido assassinados há pouco pelo antagonista da série, Lord Voldemort.

Quem leu os livros ou assistiu aos filmes da franquia sabe que o protagonista sofreu vários maus-tratos nas mãos de seus tios Petunia, Válter (Vernon) e Duda (Dudley), como ter que dormir em um quarto imundo e minúsculo sob a escada da casa, passar fome e ser castigado injustamente.

Mas afinal de contas, o que levou a família a ser sempre tão cruel com Harry?

Rowling narra que os Dursley, conservadores, preconceituosos e mesquinhos como são, foram motivados principalmente por aversão ao fato de Lilian, irmã de Petunia, e Tiago serem bruxos – além disso, houve o ressentimento de Petunia, que sempre se sentiu à sombra de Lilian.

A tia de Harry escolheu casar-se e ter uma família com Válter justamente por este ser uma pessoa "normal". Com o passar do tempo, as irmãs foram se afastando cada vez mais.

As tentativas de ambos os casais interagirem como uma só família foram frustrantes. Válter e Tiago não se deram nem um pouco bem e a magia era algo que deixava os Dursley aterrorizados; ambos não conseguiam tolerar os pais de Harry.

Lilian não foi convidada para ser dama de honra no casamento de Petunia, que por sua vez, não compareceu ao casamento de Lilian e Tiago. Ao receber uma carta que comunicava o nascimento de Harry, esta foi jogada no lixo.

A morte dos pais do garoto e a chegada dele na vida dos tios foi algo inesperado para eles. Petunia, contudo, sentiu que não havia escolha a fazer senão aceitar Harry em sua casa.

Rowling escreveu (em tradução livre do Pottermore):

"Ela o fez a contragosto e passou o resto da infância de Harry o punindo pela escolha dela própria".

O garoto viveu nessas condições até começar a estudar na escola de magia de Hogwarts – passar meses estudando e convivendo com seus iguais longe dos Dursley era um alívio para Harry.

Eventualmente, ele deixou de voltar para a casa dos tios no período de férias e, no sétimo e último livre da série, Harry Potter e as Relíquias da Morte, Harry tem um último encontro com seus tios e primo. Ele havia conseguido convencê-los de deixar a casa para evitarem serem atacados pelos sinistros e perigosos Comensais da Morte, que estavam à solta a serviço de Voldemort.

Duda foi o único que se aproximou do bruxo para se despedir. Ele disse que se importa com o primo e ambos apertaram as mãos.

Você pode ler o novo texto por completo em inglês no Pottermore.

Close
'Harry Potter': O antes e depois dos atores
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

LEIA MAIS:

- Após dez anos, Jessica Jones volta a ter um quadrinho só para si na Marvel

- Atenção, leitores: Chegou o 'Rotten Tomatoes' para amantes de livros

- Ursinho trans em livro infantil ensina que TODOS têm uma história digna de ser contada