Huffpost Brazil

Racista, eu?! Ela acusou um jovem negro de roubar seu celular. Mas achou o aparelho na bolsa

Publicado: Atualizado:
RACISMO
Reprodução/Instagram
Imprimir

Um vídeo compartilhado no Facebook pela página Carioquice Negra registra uma cena que acontece com mais frequência do que se pensa. Um jovem negro é acusado de cometer um crime.

Apesar de estar em um vagão de trem rodeada de várias pessoas, a mulher que se sentiu violada acusou o rapaz de ter furtado o seu celular. O vídeo grava o diálogo entre os dois.

Com um sotaque forte, o homem que provavelmente não é brasileiro se defende: "Você conhece eu? Eu não peguei".

A mulher insiste. Revira a bolsa e não acha o aparelho. Depois, pede para ele esvaziar os bolsos e comprovar que não pegou nada. O rapaz continua a dizer que ele não é culpado, e ela resolve procurar o celular novamente. Então, encontra o objeto dentro da própria bolsa.

Até então, ninguém no vagão havia se mobilizado. Mas quando ela encontra o telefone, algumas pessoas saíram em defesa do rapaz.


Foi aí que os demais passageiros não ficaram calados. O jovem que gravou a cena com o celular questiona: "A senhora é racista. Por que, entre todas as pessoas, você acusou logo ele, que é negro?".

Claramente a moça se sentiu incomodada e argumentou. "Eu não sou racista. Meu marido é negro".

A situação compartilhada pela página da rede social é apenas mais um reflexo de como oracismo é naturalizado e estrutural no País. Apesar dos avanços nos direitos civis, nunca se conseguiu superar a escravidão, e vestígios do preconceito para com os negros se revelam ora nos detalhes, ora de forma escancarada, como nesta situação.

Na página do Facebook, os usuários não ficaram calados.

No fim das contas, a mulher que foi furtada pela própria distração pede desculpas ao jovem negro e, apontando para ele no trem, tenta se corrigir diante da audiência da cena de racismo: "Ele é inocente".

LEIA MAIS:

- Este vídeo de Serena Williams declamando um poema da ativista Maya Angelou vai te deixar arrepiado

- Linchamento, impeachment e escola sem partido: Historiador mostra como está tudo conectado

Close
O que estudantes negros da UnB já ouviram?
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual