Huffpost Brazil

Militares bloqueiam pontes em Istambul e primeiro-ministro turco fala em golpe de Estado

Publicado: Atualizado:
TURKEY MILITARY
Agentes de segurança turcos detém policiais durante uma parada na ponte Bosphorus, em Istambul | BULENT KILIC via Getty Images
Imprimir

As forças armadas da Turquia anunciaram que "tomaram o total controle do país" após fecharem duas pontes em Istambul e sobrevoar o céu de Ancara com aviões e helicópteros nesta sexta-feira (15). Um comunicado divulgado pelos militares fala que a administração do país foi "completamente tomada".

"As forças armadas turcas tomaram completamente a administração do país para restabelecer a ordem constitucional, direitos e liberdades humanas, o Estado de direito e de segurança geral que foi danificado. Todos os acordos internacionais ainda são válidos. Esperamos que todas as nossas boas relações com todos os países vá continuar"

O anúncio também diz que a lei militar e o toque de recolher serão impostos ao país.

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, denunciou que um golpe militar estava em andamento durante uma transmissão em um canal de televisão turco. "Algumas pessoas ilegalmente empreenderam uma ação ilegal fora da cadeia de comando," disse Yildirim. "O governo eleito pelo povo continua no comando. Este governo só sairá quando as pessoas quiserem isso", completou o primeiro-ministro.

Pelo facetime, em pronunciamento veiculado pela CNN, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, enfatizou que não há poder maior que o que emana do povo.

Tensão

O clima de tensão toma conta do país. Carros e ônibus foram desviados das pontes Bosphorus e Fatih Sultan Mehmet, em Istambul. Imagens da CNN Turquia mostraram dois veículos militares e um grupo de soldados alinhados na entrada de uma das pontes da maior cidade do país.

Lucas Thorpe, professor assistente de filosofia na Universidade Bogazici, em Istambul, tuitou, logo após a meia-noite, que pelo menos 50 pessoas formavam uma fila em um caixa eletrônico na esperança de conseguir sacar dinheiro.

Enquanto isso, na capital Ancara, tiros foram ouvidos e helicópteros e jatos militares sobrevoam o céu da cidade.

Há relatos de que o acesso ao Twitter e ao Facebook foi bloqueado em algumas partes do país. Apesar disso, muitas imagens já foram divulgadas nas redes sociais.

Histórico de golpes

Ainda é cedo para dizer que o golpe foi bem sucedido. Porém, este é diferente dos outros golpes no país por não estar claro quem está por trás dos esforços.

“Se você olhar o histórico da Turquia, logo após o golpe, geralmente um general explica na TV porque a tomada do poder foi necessária. Isso ainda não aconteceu”, explicou o diretor de Estudos Turcos, no Centro de Estudos sobre o Oriente Médio, Gönül Tol, ao World Post.

LEIA MAIS:

- Genocídio moderno: Os relatos do massacre contra os Yazidi pelo Estado Islâmico

- A relação perigosa entre o ataque na Turquia e o avanço do conservadorismo europeu

Também no HuffPost Brasil

Close
Militares tomam o poder na Turquia
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção