Huffpost Brazil

'Não estou arrependido': Jovem confessa ter matado homem gay. O motivo? Suposto assédio

Publicado: Atualizado:
LGBT CRIME
Abhishek Chinnappa / Reuters
Imprimir

Outro caso de violência contra homossexuais reforça o fato de que cada vez mais a intolerância persiste no país. E se existia alguma dúvida, este caso comprova que a homofobia mata. Desta vez, um jovem de Manaus confessou ter atacado com violência outro homem até a morte. O motivo? Um suposto assédio. A vítima era gay.

De acordo com o G1, os irmãos Daniel da Silva Brandão, de 18 anos, e Valdo da Silva Brandão, 24 anos, são os suspeitos de agredir até a morte João Isac Ismael da Silva, de 26 anos. Os dois foram indiciados por homicídio qualificado.

A vítima foi assassinada em um bairro de Manaus em junho deste ano. Questionado sobre o crime, Daniel confessou a violência.

"Fui eu que matei. Só eu dei paulada. Não estou arrependido e dei várias pauladas mesmo."

De acordo com o relato da Polícia, a motivação principal do crime foi a homofobia. O delegado Luiz Rocha, em entrevista ao site, contou que os suspeitos argumentaram um suposto assédio.

"O Daniel disse que estava em um pagode próximo à sua residência e disse que a vítima estava o assediando e o tocando. Ele disse que não gostou da situação e se retirou do local. Daniel disse que, quando estava próximo de casa, notou que era seguido e chamou o irmão Valdo. Foi então que eles passaram a correr atrás da vítima."

Ao G1, a família da vítima negou a possibilidade de assédio dos suspeitos. A irmã de Ismael da Silva disse que ele era uma pessoa tranquila e dedicada ao trabalho.

"Meu irmão nunca faria isso, não iria assediá-lo. Isso é uma mentira. Mataram um inocente e que não fazia mal a ninguém. Só quero justiça."

LEIA MAIS:

- A homofobia mata: Tudo que sabemos sobre o assassinato do estudante da UFRJ

- Especularam a sexualidade do irmão de Luciano Huck. E ele deu a MELHOR resposta

- Viviany Beleboni: 'Preciso viver sem essa sombra de violência me seguindo'

Também no HuffPost Brasil

Close
Casos de Homofobia no Brasil em 2014
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção