Huffpost Brazil

9 paisagens do Rio de Janeiro que vão te deixar sem fôlego

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Principal destino turístico brasileiro, o Rio de Janeiro recebe, em agosto, os Jogos Olímpicos. E é claro que o megaevento esportivo vai ser mais um motivo - entre muitos! - para desbravar a capital fluminense.

Como cantaria Jorge Ben, "abençoado por Deus e bonito por natureza", o Rio oferece uma surpresa a cada esquina, uma infinidade de belezas naturais e, é claro, vistas de tirar o fôlego.

Comecemos, então, pelo clássico: cartão postal do Rio, o bondinho do Pão de Açúcar fica na Urca, e liga a Praia Vermelha ao morro da Urca e ao morro do Pão de Açúcar:


Inaugurado em 27 de outubro de 1912, o bondinho fica na Zona Sul e está encostado no Morro da Babilônia, mais um ponto que oferece uma vista sem igual.

A photo posted by Ab Negreiros (@ab_negreiros) on


Depois que o passeio no bondinho chegou ao fim, é hora de ir para a Mureta da Urca. Mais do que oferecer uma belíssima vista, a mureta é um patrimônio carioca - muito concorrido nos finais de semana. A dica é chegar cedo e ficar até o pôr-do-sol, deliciando-se com a paisagem, mas também com os petiscos deliciosos - e a cerveja gelada, é claro! - vendidos por lá.


Ali pertinho está um dos pontos mais cantados do Rio de Janeiro: a Pedra do Arpoador. O local ainda é muito frequentado por surfistas e acumula muitas histórias dos anos 1960 e 1970, quando era super frequentado pela juventude (rica) carioca.

No miolo da Zona Sul do Rio, o local oferece uma vista espetacular que contempla as praias de Ipanema e do Leblon, com o morro Dois Irmãos ao fundo. Cenário perfeito para tomar um mate e aplaudir o pôr-do-sol.

A photo posted by Rodrigo Brites (@rodtei) on


Do Arpoador, você não precisa andar muito para se deparar com mais uma paisagem espetacular. No coração da Zona Sul do Rio, o Forte de Copacabana foi construído quando o Rio ainda era capital do Brasil.

O objetivo era proteger a cidade de um eventual ataque pela Baía de Guanabara. O forte abriga o Museu Histórico do Exército desde o final da década de 1980 e conta ainda com uma filial da famosa Confeitaria Colombo.


Ainda aproveitando o passeio na Zona Sul, é hora de subir o Morro Dois Irmãos e se deparar com não só uma, mas uma infinidade de vistas de tirar o fôlego. Lá de cima é possível ver, entre outras belezas cariocas, a Lagoa Rodrigo de Freitas.


Agora é hora de apreciar a vista da Pedra da Gávea: com 847 metros de altura, a Pedra da Gávea é o maior bloco de pedra à beira-mar do mundo. (Para os amantes de aventura: a trilha para chegar lá é considerada a mais desafiante da cidade!)


Agora é a vez de outro clássico: o Cristo Redentor. Escolhido como uma das Maravilhas do Mundo, o monumento está localizado no morro do Corcovado, que abriga também um mirante com uma das vistas mais lindas do Rio.

Para chegar lá, dá para ir de carro, de van ou de trem e, seja qual for a jornada escolhida, vai valer a pena. Se você ainda está em dúvida, dá uma olhadinha na foto a seguir. ;)

A photo posted by P Royle (@psroyle) on


Terminamos o nosso passeio no centro da Cidade Maravilhosa, mais especificamente no tradicional bairro de Santa Teresa. Cravada bem no Centro do Rio, "Santa" tem saída para a Glória, para Laranjeiras, para a Lagoa, para a Lapa e para mais um monte de lugares. É por lá também que circulam os bondes. Quando chegar lá, a escolha é sua: dá para descer para a Lapa, admirar os arcos e tomar uma cerveja ou ainda escolher uma atração cultural e de quebra admirar uma vista maravilhosa, de qualquer ponto da cidade, inclusive do Maracanã.

Também no HuffPost Brasil

Close
Músicas que cantam o Rio de Janeiro
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção