Huffpost Brazil

O apelo de Joana Fomm e o drama dos atores veteranos no Brasil

Publicado: Atualizado:
JOANA FOMM
Joana Fomm está sem emprego | Reprodução/Facebook
Imprimir

Estrela consagrada na TV brasileira, Joana Fomm está sem trabalho e passando por dificuldades. Nesta semana, ela usou o Facebook para fazer um apelo aos colegas e profissionais do meio artístico.

“Amigos, estou precisando trabalhar. Como atriz ou jornalista. Tem horas que fica difícil ainda. Ainda não tinha encarado essa. Alguém precisa de mim”, questionou a atriz de 76 anos.

Seus últimos trabalhos na TV foram as séries Os Experientes, na TV Globo, e Magnífica 70, na HBO, ambas exibidas em 2015. No ano passado, a mineira também esteve em cartaz no Teatro Café Pequeno, no Rio, com a peça A Antessala.

Com 55 anos de carreira, Joana ganhou prestigio nacional com as personagens Yolanda Pratini, de Dancin’ Days (1978), e a icônica Perpétua, de Tieta (1989). Também foi protagonista de grandes sucessos como Vamp (1991).

Em 2013, ela venceu um câncer de mama e descobriu em seguida que sofre de disautonomia, doença que afeta o sistema nervosos e compromete os movimentos.

Na mesma época, perdeu o contrato fixo com a TV Globo.

Uma nova política adotada pela emissora passou a eliminar contratos de longo prazo, privilegiando contratações por obra de curta duração — o que diminui as oportunidades de trabalho dentro da casa.

O apelo da atriz pelo Facebook comoveu os fãs. Nos comentários da publicação, centenas de seguidores deixaram mensagens de apoio à Joana. “Grande dama da teledramaturgia brasileira. Hão de se abrir portas, pois seu talento é inegável. Muito boa sorte”, escreveu uma fã. “Alguém não. Todos nós, seus admiradores, precisamos de você”, afirmou outro.

Escanteio na velhice

O caso da atriz Joana Fomm, infelizmente, não é único.

A seguir, você acompanha declarações de outras estrelas consagradas que, nos últimos anos, tornaram público o problema da falta de papéis condizentes à experiência de vida de um ator veterano, seja na TV, no teatro ou no cinema.

Lima Duarte

lima duarte

Em 2014, Lima Duarte abriu o jogo sobre a ausência de personagens para alguém da sua idade. Em entrevista ao UOL, o ator afirmou que sua experiência de vida tornou o trabalho algo difícil. “Acho que os diretores e autores têm muito medo de mim, porque sei muita coisa. Vi muita coisa, fiz muita coisa. Quando estou dentro do estúdio, fico fingindo que não sei", afirmou. Ele também fez uma reflexão sobre a velhice retratada pelas artes. “A velhice é uma barra, uma devastação mesmo. Esses filminhos americanos mostram velhinhos como engraçadinhos, mas a melhor idade é execrável. É o fim da vida. Tem que dar um enfoque legal da velhice. Tem que falar da velhice com amor, ternura e não como engraçadinho", afirmou.

Neuza Borges

neusa

Com 74 anos de idade e inúmeras novelas no currículo, a atriz não recebe mais convites para atuar. Em abril deste ano, ela disse ao jornal Extra que pede por novos trabalhos e recebe como resposta a justificativa de que não há personagem para o seu perfil. “Que perfil eu tenho? Sou de outro mundo?”, indagou a atriz na entrevista. Neuza afirma que tomou “nojo da vida de artista” e vê ainda outro agravante nessa ausência de trabalhos: racismo. “Não sou chamada porque não tenho olho colorido? Por que sou negra? Dei 60 anos da minha vida para essa profissão que só renega os experientes”, reclamou.

Beatriz Segall

beatriz

Em entrevista ao programa Provocações, em 2014, Beatriz Segall abordou a questão da velhice na teledramaturgia brasileira. Questionada por Antônio Abujamra se ela ainda era escolhida para viver novos papéis na televisão, a atriz que deu vida à Odete Roitman, de Vale Tudo - uma das maiores vilãs da TV brasileira – respondeu:

“O Brasil é um país onde os velhos têm muitas concessões e direitos. Eu viajo um pouco e vejo que em outros países não há essa consideração com os velhos. Mas por outro lado, em teatro, cinema e televisão os velhos não têm muita vez. Não são muito chamados, não são muito úteis, não são muito necessários. Então, eu realmente não recebo muitos convites não.”

Assista ao vídeo com esse trecho da entrevista:

É fato que depois dessas declarações públicas, Beatriz Segall, Neuza Borges e Lima Duarte foram convidados para participações especiais em diferentes atrações dentro e fora da TV Globo. No entanto, qual papel recente vivido por algum deles ganhou repercussão nacional? Qual deles recentemente deu vida a um personagem que virou assunto no dia a dia dos brasileiros?

O apelo de Joana Fomm é sintomático e sua atual condição de atriz veterana no Brasil é digna de reflexão de atores jovens, produtores, diretores e também do público.

Boa sorte, Joana!

TAMBÉM NO HUFFPOST BRASIL:

Close
Idosos se divertindo
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção