Huffpost Brazil

O Alckmin perdoou a dívida de R$ 116 milhões que a Alstom tinha com o Metrô

Publicado: Atualizado:
GERALDO ALCKMIN METRO
News Free/CON via Getty Images
Imprimir

O governo de Geraldo Alckmin (PSDB-SP) perdoou as dívidas de R$ 116 milhões da multinacional francesa Alstom.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, o contrato com a Alstom gerou perdas de mais de R$ 300 milhões para o Metrô. Além disso, o governo estadual aceitou que o produto contratado - um sistema digital que visa a reduzir o intervalo entre os trens - seja entregue até 2021, com dez anos de atraso.

A matéria destaca que as relações da Alstom com tucanos são investigadas desde 2008, quando surgiram indícios de que a multinacional francesa teria pago propina entre 1998 e 2003 para fechar contrato com estatais de energia, no governo de Mário Covas.

Ler toda a história em Folha de S. Paulo

Também no HuffPost Brasil

Close
#BanhoNaCasaDoAlckmin
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção