Huffpost Brazil

Caótica e inabitável. Delegações internacionais detonam Vila Olímpica às vésperas dos jogos

Publicado: Atualizado:
VILA OLMPICA
Ministério do Esporte
Imprimir

Orgulhosa de ter concluído as obras em tempo, a Prefeitura da Vila dos Atletas está sendo amplamente criticada por ter entregue uma estrutura ‘inabitável’ e 'caótica'. Delegações da Austrália, Argentina, Itália e México depararam com problemas nos prédios que vão ocupar.

A primeira delegação a denunciar os problemas foi a Australiana, que definiu o local como “inabitável”.

"Toda Olimpíada temos problema. Mas realmente, hoje os problemas nos preocuparam. Era uma questão de segurança. Os quartos tinham problemas hidráulicos, no sistema de gás e na água. A combinação poderia ser perigosa. Em cinco edições dos Jogos foi o pior tipo de problema que enfrentamos na Vila. Não é a pior Vila que já vi, ela até é boa. Mas as falhas são graves. A situação da tarde deste domingo já era muito melhor do que a da manhã. Acreditamos que na quarta-feita consigamos entrar”, disse o assessor de imprensa do Comitê Olímpico Australiano, Mike Tancred, ao jornal O Globo.

Em tom de brincadeira, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, chegou a dizer que estava "quase colocando um canguru na frente do prédio pra fazer com que eles se sintam mais em casa”.

Paes, por outro lado, reconheceu problemas e disse que a prefeitura estava ajudando. "O prédio da Austrália, de fato, é o pior prédio. Há ajustes que têm de ser feitos.”

A delegação argentina fez o mesmo comentário da australiana. Também disse que o local “não é habitável”.

"A Argentina tem cinco andares na Vila Olímpica e dois deles não estão habitáveis. Os apartamentos estão terminados por fora, mas quando se começar a testá-lo, se encontram problemas com encanamentos e eletricidade, o que seria o final da obra. O Rio diz que vai terminar (as obras), mas não queremos correr nenhum risco", afirmou o presidente do Comitê Olímpico da Argentina, Gerardo Werthein, segundo a Exame.

Uma força-tarefa de 600 pessoas faz reparos na Vila Olímpica nesta segunda-feira. O prédio do México, por exemplo, tem infiltrações no teto e ralos entupidos. Já a delegação italiana contratou eletricistas e encanadores por conta própria. Ainda segundo O Globo, o chefe da delegação, Carlo Mornati, disse à imprensa italiana que a situação dos apartamentos era caótica.

Com bom humor, os quenianos também apontaram problemas nas instalações. Um recado no mural da vila diz: "por favor, conserte meu banheiro. Amei o lugar. #TeamK".

Também ao jornal O Globo, a arefeita da Vila, ex-jogadora de basquete Janeth Arcain, prometeu solucionar os problemas em "48 horas, no máximo três dias”.

LEIA TAMBÉM:

- Marta não quer brilhar sozinha. Ela quer ver TODAS meninas brilharem

- Blindados e 47 mil policiais nas ruas do Rio: A Olimpíada está chegando

- Chefes de 45 países confirmam presença nos jogos olímpicos no Rio

Mais no HuffPost Brasil:

Close
Rio de Janeiro em ano de Olimpíadas
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção